Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

da realpolitik e das presidenciais - 2

28.01.16
        "(...)Interessante é ver o enorme contraste entre os resultados das esquerdas inovadoras e das esquerdas conservadoras. Enquanto aquelas - esquerda do PS e BE - averbaram ganhos significativos, estas - o PS neoliberal e o PCP ortodoxo - registaram perdas claríssimas. E estas, infelizmente, foram suficientes para anular, a favor da direita, os ganhos obtidos.(...)". O que leu é parte de um texto de José Sarmento Ferreira no facebook e é bem elucidativo da confusão à (...)

da realpolitik e das presidenciais - 1

27.01.16
      Independentemente do efeito eucalipto à direita provocado por Marcelo, era expectável uma segunda volta. Não aconteceu por 2,5%, se tanto. Por muitas análises que se façam, há uma responsabilidade objectiva do PS nesse facto. Maria de Belém, com todo o direito a candidatar-se, obviamente, surgiu aos olhos dos eleitores como a anti-costistas apoiada pelos "seguristas" (digamos assim, porque não sei se esses legados existem). Partiu com 16 ou 17% e finalizou com 4%. Para (...)

Obrigado Sampaio da Nóvoa

25.01.16
        Trinta anos depois de ter assinado, em Chaves, uma lista de apoiantes da primeira mulher independente, Maria de Lurdes Pintasilgo (1986), candidata à Presidência, apoiei pela primeira vez publicamente (os tempos mediáticos são realmente muito diferentes e com influência decisiva no desfecho até de eleições presidenciais), e fui proponente, um candidato à Presidência: António Sampaio da Nóvoa (2016).   O candidato a Cidadão Presidente não venceu, mas (...)

do apoio ao "Soldado Raso"

17.01.16
      “Nunca ouvimos a este candidato a preocupação de haver dois países: o país dos mesmos rostos de sempre, que se perpetua na política e no poder mediático, e um outro país, com todos aqueles que independentemente do que deram e dão à causa pública se deveria limitar, ouvi-o dizer, à condição de soldados rasos! Soldados rasos? Mas soldados rasos somos nós todos!". Até parecia que estas palavras, ditas hoje, em Lisboa, por Sampaio da Nóvoa, foram ouvidas no (...)