Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

do homem médio

30.12.13
            Que me lembre, contactei a primeira vez com a formulação em título nos conselhos que recebi para viver bem no serviço militar: não te distingas, sê discreto; passa o mais possível despercebido.   Vem isto a propósito do Governo que ainda temos, do recurso aos especialistas da troika imposto pela actual maioria, para a enésima delapidação de sentido único do (...)

tudo pode acontecer

26.10.13
                  Tenho a sensação que em Portugal, e a nível político, tudo pode acontecer. São já várias as vozes que temem pela democracia. Há um silêncio que alguns explicam pela emigração de 200 mil jovens adultos nos últimos dois anos. É uma explicação.

da manifestação e dos jovens

20.10.13
          É notório que os jovens vão desaparecendo das manifestações. No caso dos professores, regista-se a queda da participação mais jovem a cada acção de protesto. O fenómeno é explicado pela "impossbilidade" dos mais novos entrarem na carreira ou sequer como contratados. São já muito raros os jovens professores.   O Público dá conta do desaparecimentos dos jovens da manifestação de ontem.   Mas ainda há jovens adultos em número significativo? Repare-se no (...)

é com relativa perplexidade

03.03.13
        É com relativa perplexidade que leio a argumentação que desvaloriza a manifestação de ontem. Alguns governantes, mais os fanáticos ideológicos, acompanhados de comentadores do friso mainstream fazem um papel algo arriscado. Tenho ideia que não estão a ler a realidade. Devem ter as lentes embaciadas ou viradas para outro meridiano.   Gostei especialmente de dois registos blogosféricos.   O Paulo Guinote é definitivo no contraditório com os anti-que-se-lixe-a-troika:

do dia seguinte

03.03.13
      Foi uma semana marcada por sinais importantes na Europa e nos EUA. Se Obama tem que fazer cortes, que considera disparatados, por conta dos republicanos, os europeus têm de perceber de vez a necessidade de fazer política de forma diferente da habitual depois do fenómeno italiano "Grillo-5-estrelas" e do "que se lixe a troika" português.   Urge uma qualquer viragem e espera-se que os egoísmos e as soberbas não deitem de novo tudo a perder. Se assim não for, se não (...)

o 2 de março nas caldas da rainha

02.03.13
        Começou cedo, 14h30, o 2 de Março de 2013 nas Caldas da Rainha. Foi das cidades onde a organização manteve durante mais tempo a lição de civismo. Foi uma tarde bem passada e que correspondeu ao espírito de protesto que se viveu em todo o país.         Por volta das 15h00 na Praça 25 de Abril (onde se montou o palco).