Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Contratar Mais Professores?!

21.06.20
Acentua-se a falta de professores para diversas disciplinas o que dificultará o anunciado reforço de contratação em tempo de pandemia. O problema tornou-se estrutural. Mesmo que se iniciasse uma qualquer urgência formativa, os efeitos chegariam depois de 2030. Para além disso, e é saudável que se pense também para lá da crise, mais de metade dos professores reformar-se-á nesta década e muitos cursos de formação inicial estão há anos a fio "sem alunos". Em cada cem (ou em (...)

A Escola e o Limiar da Automatização

14.06.20
A pandemia fez menos pela substituição de professores por máquinas do que inicialmente se julgava. Apesar de apressadas declarações que pareciam incluídas numa corrida entre países para ver quem se antecipava no sucesso do ensino por internet, a realidade impôs-se: ainda estamos no tempo do ensino presencial com humanos como professores. Mas os pedagogos humanistas não se devem iludir: quem constrói os orçamentos dos estados não cederá na redução dos alunos por turma nem na (...)

Financiamento Europeu e o Digital no Escolar

03.06.20
Será óbvio que as quantias que venham a ser aprovadas pelo Conselho Europeu, para a ajuda aos países da União Europeia, tenham critérios de investimento que reanimem as economias do velho continente através do consumo de produtos das suas indústrias. O digital integrará a primeira linha de prioridades. Mas isso não deverá convencer os políticos europeus que a escola por internet é uma solução para reduzir o número de professores.

A Escola na Ordem Política Moderna

09.05.20
Se "a igualdade só pode ser assegurada mediante a restrição da liberdade dos mais abastados(...) e é possível analisar toda a história política do mundo desde 1789 como uma série de tentativas para reconciliar esta contradição", é fundamental acrescentar a ideia de equidade propondo uma igualdade justa para indivíduos livres. E, com este hiato sem escola presencial, pode cair-se na tentação de pensar que uma "nova" escola promoverá a equidade se priorizar apenas a (...)

Professores na "Nuvem Humana"

21.02.20
  3ª edição "Podemos chegar a um futuro em que uma parte da força de trabalho desenvolverá diferentes tarefas para assegurar o seu rendimento - pode-se ser um motorista da Uber, um shopper do Instacart, um anfitrião do Airbnb e um Taskrabbit", Klaus Schwab (2017:46), "A Quarta Revolução Industrial".  Ou seja, é pertinente a interrogação (bem fundamentada) que coloca os professores contratados neste nível de precariedade. Aliás, o facto da profissão de professor não (...)

Do Admirável Mundo Novo dos Algoritmos

11.01.20
  É importante a discussão sobre a prevalência dos algoritmos em algumas áreas, nomeadamente na saúde e na justiça onde se poderá recuar em direitos: desde a relação do local de residência com a propensão para cometer crimes até à relação do custo da taxa moderadora da saúde ou do preço subsidiado dos medicamentos na relação com os hábitos de vida.

Professores e "Nuvem Humana"

28.12.19
2ª edição "Podemos chegar a um futuro em que uma parte da força de trabalho desenvolverá diferentes tarefas para assegurar o seu rendimento - pode-se ser um motorista da Uber, um shopper do Instacart, um anfitrião do Airbnb e um Taskrabbit", Klaus Schwab (2017:46), "A Quarta Revolução Industrial".  Ou seja, é pertinente a interrogação (bem fundamentada) que coloca os professores contratados neste nível de precariedade. Aliás, o facto da profissão de professor não (...)

A Falta de Professores e o Estado do Século XXI

06.06.19
    Texto de 13 de Outubro de 2018.   Já faltam professores. Quando o inverno se impuser, e o cansaço se acumular, haverá falta de candidatos às substituições. Era previsível. Foi mais de uma década a descer. Sejamos claros: somos um país pobre (em grande parte por causa da "surpreendente dimensão" da corrupção - palavras da ex-PGR -, da "incomodidade" com a transparência e da desorganização), com baixos salários e com empregos pouco atractivos. Os jovens não têm (...)

Plataformas Digitais e Universo Escolar

04.06.19
  Não surpreende que se aponte as "empresas externas" (o outsourcing com plataformas digitais) como uma componente desfavorável às organizações modernas. A opção facilitou o aumento da escala e desprezou a gestão de proximidade como valor precioso e inalienável. A "gestão do exterior" satisfez os investidores porque permitiu a subida dos lucros com a redução de profissionais. Essa supressão (na maioria dos casos, e incluindo o escolar, sem qualquer relação com a 4ª (...)