Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

Extremos Escolares e Sinais

16.01.20
  Por vezes, é necessário um caso dramático para que as consciências acordem. Recordo-me muitas vezes do caso France Telecom: só ao 35º suicídio é que se decretou o fim do modelo kafkiano de avaliação do desempenho. Com as devidas distâncias, dá ideia que apenas um caso extremo parará os "teóricos da selva" que mantêm esta avaliação dos professores e doutros profissionais.

Das Redes

14.01.20
  Estamos longe de concluir sobre os efeitos do domínio da máquina sobre o homem. Recupero uma passagem interessante. DeLillo, Don (2010:92). "Submundo". Sextante Editora. Lisboa.  

Semântica e Sintaxe

08.01.20
  3ª edição.   O texto de John Searle que se encontra no livro "Mente, Cérebro e Ciência" pode ajudar a explicar o desinvestimento (que também se expressa nas inutilidades que o poder central exporta incessantemente) na escola pública em Portugal. Fica-se com a ideia que os sucessivos governantes não conhecem a semântica que envolve as escolas portuguesas: ficam, quando muito, pela sintaxe. Ora leia.  "A razão por que nenhum programa de computador pode alguma vez ser uma (...)

Orçamento 2020 "Sem Professores"

14.12.19
  Desde a "coligação" parlamentar que decidiu, na especialidade, "recuperar" todo o tempo de serviço dos professores que este grupo profissional passou a proscrito na generalidade. Não foi apenas porque o PM ameaçou demitir-se, foi também pelo que se seguiu. Os partidos da direita, os mais oportunistas na matéria, desdisseram-se de imediato, como era óbvio, e o BE e o PCP ficaram ainda mais anestesiados. Mas o pior centrou-se no fechamento de portas para o futuro, como se (...)

A Falta de Professores e 11 Anos de Avisos

13.12.19
  Atrevo-me a dizer que é um texto que antecipou com fundamento a falta de professores.   Escolas sem oxigénio.  Texto publicado em 11 de Fevereiro de 2008. Estive presente numa reunião de professores, realizada numa das escolas das Caldas da Rainha, para escutar um movimento que nasceu na blogosfera e que se destina a manifestar a mais veemente discordância com o regime que se prevê que venha a organizar a avaliação dos professores do ensino básico e secundário.  Encon (...)

É Professor e tem mais de 55 anos?

10.12.19
  Se reúne esses requisitos, está em condições de pré-reforma. Falta conhecer os critérios. Percebe-se o pessimismo, apesar do Governo reconhecer que tem que começar pelos professores. Mas os professores acima dos 55 esperam a reforma, porque uma pré-reforma só terá viabilidade se for decente e não muito distante materialmente da reforma sem penalizações. E pensando nos países mais próximos, os seus colegas espanhóis reformam-se na totalidade com 60 anos de idade e 35 (...)