Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

Angariar para Suportar Greves

14.02.19
    Há muito que os professores organizam fundos de greve. Fazem uma quotização entre si e suportam os cortes financeiros. Mais recentemente, houve duas situações dessas nas greves às avaliações dos alunos através da falta de um professor a um conselho de turma (vulgo reunião de notas). Angariar fundos para suportar greves é legal e justo. O profissionalismo não é exactamente um sacerdócio. Dá ideia que o futuro próximo desenha mais episódios desse fenómeno. A (...)

Os Professores e As Esperas

13.02.19
   O PR vetou a recuperação parcial do tempo congelado e apelou à criatividade. O Governo disse que reabrirá negociações. Faça-se um aviso técnico em tom irónico: não há preparação para apurar com rigor quanto custa a recuperação total do tempo de serviço; não vale a pena esperar pelos números.O tempo passa e nada acontece. Entretanto, aumenta a frequência de notícias com a falta de professores. E era fundamental que a sociedade conhecesse o desprezo profissional a (...)

A Falta Há Muito Anunciada

09.02.19
  É hoje primeira página do Expresso e, como há muito se disse, abrirá telejornais nos próximos tempos. Mas era a blogosfera que se dedicava ao alarmismo prospectivo. Como a carreira dos professores continua em sentido descendente, os docentes com mais idade começam a duplicar a apreensão com o pânico que atingirá os governos. A falta de professores será tal, que a expectativa, legítima e humana, da reforma aos 60 deverá passar para os 80 para que existam professores nas escolas. 

Dos Modismos no Escolar

31.01.19
   Fui parar a uma entrevista de Agosto de 2016 de quem coordenou o perfil do aluno no final do 12º ano. Regressei, pela enésima vez, a este post. Começa assim: A febre reformista no sistema escolar em Portugal não é nova: é mesmo imparável. O que é engraçado, e com o passar do tempo, é que vemos recuperar ideias antigas como se de grandes (...)

Terminar a Semana a Ler Roma nos Dois Sentidos

27.01.19
   Foi mais uma semana estranha, mas com alguns fenómenos conhecidos. O Governo, quem sabe se aconselhado por mais um "especialista" em Maquiavel, ignorou outra contestação de professores e mantém o registo "vencê-los pelo cansaço". Não era desaconselhado que o Governo lesse, ou relesse, o Príncipe, já que o florentino apenas observou e explicou o comportamento dos governos e não o que deviam fazer.A CGD recentrou o debate com a publicação de listas das "elites" que (...)

Vence-os Pelo Cansaço, Terá Dito o Príncipe?

24.01.19
      Ouvi noutro dia e concordo: Maquiavel, no Príncipe, foi um generoso, ao contrário do espírito insinuado nas inúmeras vezes em que é nomeado; limitou-se a explicar, o que é diferente de propor ou concordar, o que observou. Se com os professores o Governo continua no registo "vence-os pelo cansaço", será melhor ler, ou reler, o Príncipe e não confiar no que dizem que lá está escrito. Os professores voltaram hoje aos protestos de rua através da acção dos sindicatos. (...)