Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

o "charlie hebdo", as manifestações e o poder mediático

12.01.15
          Impressionou-me ver milhões de pessoas a manifestaram-se, ontem, em Paris, em defesa da liberdade e da democracia e a afirmarem que é inalienável a matriz que nasceu na Grécia.   Mas a marcha pela República deixou-me com sentimentos contraditórios. Já passei por algo semelhante em manifestações históricas e em que vi, uns dias depois, milhares desses manifestantes a "desobedecerem", sem surpresa, é certo, ao compromisso em nome dos interesses mesquinhos. Claro (...)

a tempo?

11.03.13
        Veremos se ainda vamos a tempo de evitar a queda num poder nu. Bertrand Russel dá vários exemplos desse poder, mas escolho a "aquiescência" das ovelhas perante o pastor.             Bertrand Russel (1993:73) "O Poder, Uma nova análise social", Lisboa, Fragmentos.

líderes e seguidores

17.12.12
          A leitura é uma condição essencial para manter um blogue. Há momentos em que um post pode ser apenas um pedaço de uma leitura mais ou menos recente e significar um estado de alma ou fazer uma retrospectiva histórica. A imagem que escolhi foi retirada de Bertrand Russel (1993:17) "O Poder, Uma nova análise social", Lisboa, Fragmentos.

das ingenuidades e das agendas escondidas

10.12.12
            Li, em Bertrand Russel, aproximadamente o seguinte: sempre que um grupo não consegue o seu objectivo imediato, projecta a frustração em alguém que classifica como ingénuo; em regra, esse alguém ocupa a posição de seguido-não-controlável que alguns membros do grupo desejam para si e que nunca realizam. Também é comum classificarem como agenda escondida os silêncios dos seguidos-não-controláveis.   Pelo que se vai confirmando, os últimos (...)

do labirinto e da falta de nexo

12.01.12
    Esta crónica de Guilherme Valente, editor da Gradiva, acolheu a ideia que colocou em estado de sítio o sistema escolar português nesta década e que promete continuar: o eduquês é da mesma família do poder democrático da escola e os seus defensores são esquerdistas e despesistas.   Há quatro conceitos que se baralham e que importa situar: eduquês, democracia, (...)