Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Dos Amanhãs que Cantam

25.01.19, Paulo Prudêncio
      Não é privatizando o sistema escolar, atribuindo "cheques" aos mais pobres e dizendo-lhes que assim matriculam-se nas escolas dos ricos, que se reduzem as persistentes desigualdades. Essa falácia já deu mais do que provas que tem efeitos contrários. As escolas têm limites de vagas e um qualquer sistema de cotas é muito insuficiente. O caminho está há muito conhecido: investir na rede pública de escolas simultaneamente com uma incansável redução da pobreza num (...)

desde então nada disso aconteceu

29.07.14, Paulo Prudêncio
    1ª edição em 29 de Agosto de  2013.       A frase em título é a que se segue ao parágrafo que escolhi para a imagem do post e foi obtida em Amos Oz (2013:202), "Cenas da vida de aldeia", D. Quixote, Lisboa.   A obra de Amos Oz tem um fascínio comovente. A literatura tem o condão inigualável de nos fazer viajar sem sair de casa, mas "As cenas da vida de aldeia"chegaram-me na ida e na volta de uma inesquecível viagem com um final em coincidência temporal com mais uma (...)

imagens da tragédia

29.03.14, Paulo Prudêncio
            Numa sexta-feira recente, pelas 21h00 na estação de Santa Apolónia em Lisboa, assisti a uma situação semelhante. A entrada da estação estava vazia até chegar uma carrinha de distribuição de refeições quentes. Aproximaram-se, em silêncio, dezenas de pessoas que estavam "invisíveis". Percebia-se alguma vergonha, várias traziam crianças pela mão e estavam longe de aparentar aquela circunstância (e diga-se o que se quiser das aparências). Percebia-se a "f (...)

osso

30.05.11, Paulo Prudêncio
    Não gosto de fazer postssobre a violência nas escolas, mas não me passam ao lado os acontecimentos dos últimos dias. Há muito que se sabe que a ambição escolar da uma sociedade é decisiva para o sucesso escolar e que esse valor insuperável necessita de boas condições de vida; é assim e ponto final. Só depois, e numa fatia muito menor, é que entram as instalações escolares e o papel dos professores. É evidente que, por vezes e num ou noutro caso, um professor pode (...)

lúcidos e realistas

16.12.10, Paulo Prudêncio
      Uma sociedade que queira mesmo elevar os seus níveis de escolaridade, e por via disso da qualidade de vida, tem de reduzir as desigualdades sociais e eliminar a pobreza. Tem de estabelecer esses objectivos sem tibiezas, como primordiais e sem recuos de circunstância. Tem de organizar um estado eficiente, sem corrupção e que não proporcione benesses de qualquer espécie. Tem de eliminar as oligarquias partidárias que se servem do estado e não pode tolerar a ocupação de (...)