Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

pequenos passos

05.05.12
          (da ontogénese da humilhação à filogénese da implosão)     Teria uns 12 anos e viajava com o meu pai numa estrada moçambicana fora dos centros urbanos. Estava, como quase sempre, um dia muito quente. Parámos numa "cantina" - espécie de áreas de serviço que eram, em regra, propriedade de comerciantes portugueses (os conhecidos metrôpoles) imbuídos do pior espírito (...)

novidade?

05.05.12
    Basta estarmos com atenção ao que nos rodeia para certificarmos a institucionalização do laxismo cívico, da pequena corrupção, do deixa-me-estar-sem-fazer-ondas-a-ver-se-me-safo e, como cereja em cima do bolo, na convivência ou condescendência humorada com comprovados caciques e politicamente delinquentes. Confundimos amiúde tolerância com falta de determinação e dever cívico com radicalismo ético. Somos um bocado baralhados.   Depois é só aumentar a escala, (...)

não sabia

04.05.12
      O patrão do Pingo Doce, Soares de Santos, diz que não sabia da campanha de 1 de Maio de 2012. Nem sequer considero isso relevante, como nem me darei ao trabalho de imaginar o grau de maquiavelismo científico dos inventores da coisa. Estão a tratar dos negócios da empresa, julgam-se indolores e acima das desgraças humanas. A responsabilidade social das empresas devia exigir um respeito escrupuloso pelo primeiro de Maio, parece-me.   A história ensina-nos, e a (...)

ainda a propósito do pingo doce

02.05.12
        Comemos muito e o exercício físico fica para os supermercados nos fins-de-semana e feriados onde se exibem os fatos de treino mais reluzentes. Pondo o humor de lado, não é o primeiro estudo que chega a este tipo de conclusões. Três em cada quatro crianças portuguesas serão obesas e três em cada quatro no planeta serão subnutridas?   Jovens portugueses com (...)

promoção no dia 1 de maio

02.05.12
      Recebi o seguinte email do José Luiz Ferreira (o autor enviou-o para provedoria@jeronimo-martins.pt):   Ex.mos Senhores: A Vossa escolha do dia 1 de Maio - data cujo valor simbólico Vossas Excelências não desconhecem - para a promoção que ontem teve lugar nas vossas lojas só pode ser lida como uma premeditada declaração de guerra ao mundo do trabalho. Não me compete falar por esse mundo, mas parece-me que ele bem pode ficar grato a Vossas Excelências pela (...)

o primeiro de maio do nosso descontentamento?

02.05.12
      Não sei o grau de maquiavelismo científico dos inventores do caso Pingo Doce, mas concluo que puseram pobres contra pobres com uma cada vez mais reduzida classe média a teorizar sobre a coisa e a ver se escapa à maldição. Pobres que defendiam o direito ao feriado contra pobres que precisavam dos descontos para se alimentarem melhor. Chegámos, como já escrevi noutro post, a um estado de excepção em que tudo, mas mesmo tudo, pode acontecer e a qualquer momento.   É (...)