Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

propinas no secundário

29.11.12
        Passos Coelho terá dito, ontem à TVI, que vai implementar um co-pagamento (um eufemismo para o substantivo propinas) no ensino secundário. Ouvi a pergunta, nesse sentido, de José Alberto Carvalho, mas a resposta escapou-me. O que ouvi foi Passos Coelho afirmar que o sector privado já se ajustou e que o público não. Esta enormidade só se pode justificar por radicalismo ideológico.   Compreendo a indignação com as propinas no secundário. As pessoas intuem a (...)

29 milhões como pano de um fundo esquisito

09.11.12
        Somando nos orçamentos de 2012 e de 2013, o MEC inscreve cerca de 29 milhões de euros para estudos e pareceres. Considerando os brutais cortes em curso, é uma decisão que nos deixa perplexos. Onde está a retórica implosiva de Nuno Crato?   Percebe-se que boa parte desse despesismo está a ser consumido nas "alterações" no ensino profissional e num apressado relatório que tentará contrariar o último do tribunal de contas.   Nuno Crato

relações pouco claras entre público e privado

21.09.12
    O vídeo tem uma imprecisão quando se afirma que os colégios GPS só recebem alunos sem vaga nas escolas sobrelotadas do Estado. Não é isso que acontece em vários concelhos. Nas Caldas da Rainha, mas também em Mafra ou em Coimbra, as escolas do Estado estão sublotadas e têm tido restrições na formação de turmas ao longo dos anos. É uma espécie de mercado inclinado, e de inspiração PPP, a funcionar.    

escolhas

10.05.11
      A luta dos professores vai longa e continua intensa. Estes dois adjectivos associados têm fornecido a muitos professores um conhecimento acentuado de quem se movimenta nas políticas educativas.   As legislativas 2011 não fogem da atenção da maioria dos blogues e no domingo notou-se o desencanto com o programa do PSD por parte dos que se assumem de direita. É natural. Tinham expectativas com a vontade de busca da democraticidade perdida por parte de alguém que escreveu (...)

cratera

10.04.11
    Só por defeito se pode classificar como buraco o estado das nossas contas. Ninguém, mas mesmo ninguém do mainstream, se pode pôr de fora do número referente à cratera das PPP´s que não pára de aumentar. Do PR até aos partidos do arco da governação, ninguém tinha coragem para enfrentar o FEEFFMI. Mas podiam estar descansados: enviavam os sindicalistas governantes para a mesa de negociação que eles e elas estão habituados a negociar com "responsabilidade".   O mais (...)

área de negócio

03.04.11
      A parque escolar e as cooperativas de ensino com crescimento recente são o espelho do que pode acontecer na Educação após a falência das desastrosas associações do supraime aos imobliários e das PPP´s ao betão armado. A guloseima procura novas áreas e os orçamentos da Educação e da saúde estão desprotegidos. Deste post tirei a seguinte passagem:   "(...)Foi por volta da (...)