Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

regressa o ruído aos concursos

10.07.17
   Iniciar o portal digital com os processos individuais de alunos, professores e outros profissionais da educação é um imperativo que o Ministério da Educação (ME) adia há mais de duas décadas. Existem dezenas de empresas privadas licenciadas pelo ME em software escolar e mais umas dezenas de plataformas digitais a obter dados que constam de processos individuais analógicos existentes nos serviços administrativos escolares que, em muitos casos, mais parecem pergaminhos (...)

Lembrei-me de outros tempos

04.10.16
    E eis que vão aparecendo títulos em jornais de referência sobre a profissionalidade dos professores. São estudos do ME que fazem a notícia. Os jornais ouvem algum contraditório. Depois, escolhem títulos com aquela inclinação que questiona as reduções de horários, e omite-se que são por causa da idade dos professores, deixando no ar a "possibilidade da bela vida". Não tarda, e foi assim que começou noutros tempos de péssima memória, intitula-se que os professores (...)

e o número de alunos por turma?

01.09.16
   Bem sei que existe um objectivo central na defesa da escola pública: "rejuvenescer" o grupo de professores. Mas a democracia nas escolas não passa, principalmente, por aí. Há, desde logo, questões não financeiras por reverter e para essas não tem fundamento a desculpa com o orçamento. É também o momento para se avaliar o número de alunos por turma, incluindo as turmas com alunos com necessidades educativas especiais. Falou-se numa redução gradual, mas é preciso começar. 

outra vez os professores?!

14.06.16
    Quando se trata do sucesso escolar, boa parte da esquerda só conhece uma responsabilização: a formação e o desempenho dos professores. Elimina a sociedade, as famílias e a gestão escolar. Tropeçamos em sinais que fazem temer uma qualquer repetição. Nem sei se é por causa dos sociólogos de esquerda ou se é algum trauma com a dificuldade em contrariar o determinismo social que "perpetuamos". O que se constata, é o apontar de dedo aos professores em regra por quem (...)