Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

Exclusão Escolar

15.09.19
  À excepção de uma referência de António Costa à "flexibilização das escolas", que nivelou a medida pela importante redução dos preços nos "passes dos transportes públicos", a escola foi excluída do debate eleitoral: ou seja, está tudo conversado. A "flexibilização das escolas" oxigenou o ambiente doentio, para alunos, professores e encarregados de educação, provocado pelo inferno da medição reforçado por Coelho, Portas e Crato e iniciado nos governos de Sócrates (...)

Mário Silva e a "Ignorância Aliada à Opacidade e à Estupidez Burocrática"

26.07.19
  Texto de Mário Silva enviado por email devidamente identificado.   Ignorância aliada à opacidade e à estupidez burocrática "A nota informativa enviada pela DGAE em junho de 2019 para esclarecer a operacionalização da implementação da recuperação do tempo de serviço, está a provocar interpretações disparatadas em algumas escolas. Uma delas que me foi dado a conhecer, está relacionado com o nº1 da nota informativa que diz:  “os docentes que progridem ao longo do (...)

"Há uma Onda de Energia e Entusiasmo nas Escolas" (2)

08.07.19
      "Até um instrumento científico válido depende da cabeça que o utiliza", é uma ideia antiga que devia acompanhar o professor, que ouvi no sábado, na TSF, por volta das 16h00, que dirige uma escola em Projecto-Piloto de Inovação Pedagógica (PPIP). Disse que tem visitado muitas escolas e que "há, como nunca existiu na escola portuguesa, uma onda de energia e entusiasmo". São estas tiradas que condenam ao insucesso qualquer ideia que necessite da mobilização dos (...)

Outro Ângulo no Universo do Faz de Conta

15.03.19
    A comprovada crise das organizações escolares portuguesas, bem patente na hiperburocracia como expoente de um sistema que adoece alunos, professores e outros profissionais, tem no faz de conta um atributo essencial. A métrica que avalia as milhares de fotocópias que integram os fotocopiados contratos de autonomia de centenas de escolas não escapará a esse registo. É evidente que todos têm que fazer o seu papel e a comunicação social concluirá, ainda no mesmo registo, que "

Substituir os rankings pela inclusão

17.01.19
      Substituir os "rankings pela inclusão como a medida principal na avaliação externa das escolas", como diz o Público, é uma decisão que só peca por tardia. Há muito que se sabe que "os resultados dos alunos em exames não avaliam escolas". Mas não basta substituir. É necessário incluir três variáveis inquestionáveis: a inclusão é, antes de mais, uma obrigação da sociedade e só será bem sucedida na escola se se dirigir a todos - alunos, professores e outros (...)

A burocracia mais de uma década depois

18.12.18
        José Gil (2005:44) escreveu assim:  “(...)Em contrapartida, somos um país de burocratas em que o juridismo impera, em certas zonas da administração, de maneira obsessiva. Como se, para compensar a não-acção, se devesse registar a mínima palavra ou discurso em actas, relatórios, notas, pareceres – ao mesmo tempo que não se toma, em teoria, a mais ínfima decisão, sem a remeter para a alínea x do artigo y do decreto-lei nº tal do dia tal de tal mês do ano (...)