Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Bloco da Precaução

01.03.21
A 1ª edição deste texto data de de 01 de Janeiro de 2009. Quem se mete na aventura de reflectir sobre o estado do sistema escolar português pode escolher os mais variados pontos de partida. A minha opção navega na história mais recente e concentra-se no tratamento da informação.    Podia optar por "sistema escolar por blocos", mas o conceito de bloco da precaução reforça duas ideias: é o que mais asfixia o privilégio de ensinar e contamina de modo decisivo os outros dois (...)

Da Avaliação e do Medo

12.12.20
Se um político afirmar que a primazia da avaliação do desempenho leva o medo às empresas (apesar de, e do que se sabe, em 95% das empresas privadas não existir avaliação do desempenho), a maioria das pessoas sorrirá com a "manifestação de fraqueza" e os comentadores mainstream colocarão a "impossibilidade quantitativa" como uma inevitabilidade competitiva da pós-modernidade. A avaliação quantitativa escolar é uma exigência educativa que intervém na formação da (...)

Da Escola do Tempo Líquido

26.08.20
  “Vivemos em tempos líquidos. Nada foi feito para durar”, são ideias conhecidas do sociólogo Zygmunt Bauman (1925-2017) que se podem aplicar à escola actual numa modernidade repleta "de sinais confusos, propensos a mudar com rapidez e de forma imprevisível". Habituámo-nos às escolas do tempo sólido que abrem, há mais de 30 anos, todas em Setembro: listas das turmas e horários são suficientes para que tudo comece. Mas seria insuficiente para o resto do ano, se não se (...)

Plataformas Digitais e Universo Escolar

09.08.20
Não surpreende que se aponte as "empresas externas" (o outsourcing com plataformas digitais) como uma componente desfavorável às organizações modernas. A opção facilitou o aumento da escala e desprezou a gestão de proximidade como valor precioso e inalienável. A "gestão do exterior" satisfez os investidores porque permitiu a subida dos lucros com a redução de profissionais. Essa supressão (na maioria dos casos, e incluindo o escolar, sem qualquer relação com a 4ª (...)

Do Medo e Da Avaliação

24.07.20
Se um político afirmar que a primazia da avaliação do desempenho leva o medo às empresas (apesar de, e do que se sabe, em 95% das empresas privadas não existir avaliação do desempenho), a maioria das pessoas sorrirá com a "manifestação de fraqueza" e os comentadores mainstream colocarão a "impossibilidade quantitativa" como uma inevitabilidade competitiva da pós-modernidade. A avaliação quantitativa escolar é uma exigência educativa que intervém na formação da (...)