Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

Os Pássaros

12.02.19
   Não raramente, um Melro perde a vida em acidente trágico contra uma parede e jaz no meu terraço. Trato do "funeral". Eram 08h00 quando dei com mais um acidentado, mas a companhia preocupada de um semelhante adiou os procedimentos. O desespero manteve-se com constantes toques de reanimação. Às 17h05 registei em imagem. 

Leões e Caçadores

03.02.19
    "Até que os leões inventem as suas próprias histórias, os caçadores serão sempre os heróis das narrativas de caça."    Provérbio africano.  Mia Couto (2012:6). A confissão da leoa. Editorial Caminho. Versão amostra.

Currículo sem busca do tempo perdido

26.12.18
   A disciplina imposta pelo euro norteia o Governo. Apesar do positivo ímpeto inicial, as políticas da educação mantêm o essencial dos governos anteriores. Digamos que é explicado, como na imagem, por uma lei da física (força da gravidade): nem um salto inspirado na obra maior de Gaudi resiste à queda para o lugar comum. Apenas mais um ponto: nas mudanças curriculares, percebe-se a intenção, mesmo que ténue, de contrariar o "fim da história"; contudo, a escolha da (...)

A Difícil Condição

18.12.18
   Para além da erosão do centro político que se vai verificando pelo mundo ocidental - a que não é estranha a impressionante riqueza material de líderes carismáticos da esquerda (Obama e Ségolène Royal, por exemplo) -, Portugal enfrentará os seus problemas: semi-periferia, consequências da falência financeira e condição de protectorado (ainda recentemente, o parlamento alemão "autorizou" a finalização do empréstimo ao FMI). Aliás, as diferenças de tratamento europeu (...)

Rembrandt van Rijn, The Anatomy Lesson of Dr Nicolaes Tulp, 1632

13.12.18
      Rembrandt van Rijn, The Anatomy Lesson of Dr Nicolaes Tulp, 1632Foi com este célebre quadro que Rembrandt se apresentou, e se afirmou, em Amesterdam. Para além de outros detalhes, os alunos deixaram de estar alinhados e o olhar divergia: para o professor, para o livro aberto, para o objecto de estudo e até para a "objectiva". E claro: todos estavam iluminados.Museu Mauritshuis, Haia,2ª edição

A fila dos professores é outra

09.12.18
  Os professores são sensatos. Nunca exigiram retroactivos (mais de 8 mil milhões de euros) e até a recuperação do tempo de serviço (600 milhões nas contas inflacionadas) admitiu um faseamento. Os professores, e não só, não exigem retroactivos, mas fartam-se de pagar retroactivamente. Explico-me.O crescimento económico não é a "maré enchente que subirá todos os barcos" porque a riqueza acumulada numa minoria não é taxada, nem redistribuída, e acentua as desigualdades. (...)

dos direitos e da história

09.10.18
   A história da distribuição da riqueza é política. Não se reduz a mecanismos puramente económicos. Lê-se em dois clássicos: a "Riqueza das Nações" de Adam Smith ou "O capital no século XXI" de Thomas Piketti. Sempre foi questionável a noção de que a economia é uma ciência independente da filosofia moral e política. A foto, e a sua história, remete-nos para a complexidade do problema: há sempre uns quantos que aspiram enriquecer à custa do trabalho dos (...)

Os títulos e a escola

14.09.18
   Os órgãos de comunicação social (OCS) usam títulos "pouco rigorosos" para captar audiências ou servir agendas (veja-se o recente caso OCDE). Mas não são só os OCS. Os programas escolares, e de outras áreas, obviamente, caem em algo semelhante no uso mediático. Por exemplo: títulos que incluam Sucesso Escolar, Inclusão ou Flexibilidade Curricular, são, desde logo, irrefutáveis. Mesmo quem desconheça os conteúdos, usará politicamente os "troféus" ou, no caso (...)