Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

da meritocracia

14.12.15
      O "excesso" de meritocracia, ou a meritocracia insensata e mergulhada no capitalismo selvagem, elimina a meritocracia como alicerce das sociedades democráticas do nosso tempo. É uma conclusão que vai ganhando força e que não é contraditória. E depois existe uma questão antiga que Michael J. Sandel (leio que é "o maior filósofo vivo), em "O que o dinheiro não pode comprar", sintetiza de forma simples e bem actual: "há valores que o mercado diminui ou perverte".  

modelos e falácias

12.04.13
        O modelo em curso de radicalismo ideológico tem sido aplicado por esse mundo fora, embora seja a primeira vez que há uma intervenção do FMI sem  a possibilidade de desvalorização da moeda. É evidente que nem todas as intervenções do FMI tiveram esse cunho ultraliberal.   Muitos dos adeptos da ideia de Estado mínimo referem-se com desprezo aos saberes das humanidades. É pena e ainda por cima dá a sensação que o argumentário não se fica pelos descomplexados (...)

dos cortes nos salários

09.04.13
          Alguns adeptos das actuais políticas do Estado mínimo invocam o liberalismo e Adam Smith para fundamentarem que a queda dos salários é uma consequência do empobrecimento da sociedade.   Era bom que remetessem para os "soldados" do Goldman Sachs a tese que indica a obrigatoriedade da queda dos salários para que o empobrecimento da sociedade possa ser sustido e mais tarde contrariado. A queda dos salários tem de ser acompanhada da queda dos lucros e das rendas e, (...)