Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Inércia e Engenharia Social São as Causas da Histórica Falta de Professores

22.10.20
Inércia dos sucessivos governos e crença na engenharia social, são as causas da histórica falta de professores. Como ponto prévio, recorde-se que o primeiro-ministro condenou (SIC, 18.04.2015) a "guerra aos professores da escola pública decidida num conselho de ministros de 2006" que originou a célebre manifestação de 2008 e que Passos Coelho legislou horários ao minuto para reforçar a precarização enquanto Nuno Crato declarava que "há professores a mais" (Jornal I, (...)

"Mais de 6 mil Docentes no Topo", diz o Expresso na 1ª página

29.08.20
1ª edição deste post em 19 de Janeiro de 2020. "Mais de 6 mil docentes no topo", diz o Expresso na 1ª página (e o Público anteontem). É a insistente estratégia comunicacional da última década e meia, com o objectivo de precarizar os professores que ainda são cerca de 47% da administração central; e o olhar orçamental não resiste em desinvestir nos professores. E é também por isso que a crescente falta de professores é imparável. Já nada há a fazer de civilizado para (...)

A Europa e a Falta de Professores

27.08.20
  Texto de 27 de Fevereiro de 2018. A OCDE concluiu que há professores na Europa a precisar de tutorias e há quem pense de imediato em Portugal e no regresso dos professores titulares. Discordo. Há países onde já não há professores, tal os tratos a que o grupo profissional tem sido alvo. No Reino Unido e na Alemanha, por exemplo e lido assim de repente, precisam de tutorias porque há pessoas sem formação académica, e muito menos profissional, que recorrem ao ensino "apenas" (...)

A Falta de Professores Não É Só Por Cá

01.08.20
A falta de professores é uma realidade que se agravará porque nada se fez atempadamente para atenuar o grave problema; aliás, há anos a fio que se degrada a profissão e que se percebe que os jovens do secundário não escolhem ser professor. A revista do Expresso tem uma pequena peça sobre a possibilidade de Portugal adoptar um programa de reformas antecipadas. Na página 8, faz o seguinte e breve retrato de alguns países europeus (a proletarizaçáo dos professores não (...)

Do Medo e Da Avaliação

24.07.20
Se um político afirmar que a primazia da avaliação do desempenho leva o medo às empresas (apesar de, e do que se sabe, em 95% das empresas privadas não existir avaliação do desempenho), a maioria das pessoas sorrirá com a "manifestação de fraqueza" e os comentadores mainstream colocarão a "impossibilidade quantitativa" como uma inevitabilidade competitiva da pós-modernidade. A avaliação quantitativa escolar é uma exigência educativa que intervém na formação da (...)

Escolas no Meio da Ponte

25.06.20
    1ª edição em 23 de Setembro de 2018. "O fundamental é descobrir o fio à meada", disse Confúcio. Enquanto não temos mais classe média (o fio inquestionável da meada do sucesso escolar), o caderno de encargos da escola continua pesado. Mudar o acesso ao ensino superior (AES), por causa da saúde dos jovens e da industria dos exames e da desigualdade, será um fio comprovado que responsabilizará as instituições do ensino superior na escolha de alunos. A OCDE concluiu que (...)

"Outros Números Epidémicos"

02.06.20
Contributo de Mário Silva: "2020 1488 Nº de profs na lista de espera para subir ao 5º escalão 857 Nº de vagas para o 5º escalão 2348 Nº de profs na lista de espera para subir ao 7º escalão 1050 Nº de vagas para o 7º escalão 0 Nº de profs na lista de espera para subir ao 5º e 7º escalão nos Açores Todos Nº de profs com acesso ao 5º e 7º escalão na Madeira Conclusões: - se o ritmo de vagas se mantivesse igual ao deste ano, o último da lista tinha de (...)