Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

as escolas, as horas e o curricular

30.03.12
      Primeiro que tudo – e convém esclarecer – horas escolares é uma questão pessoal. Não consigo resumos para tão pouco tempo. Sou pouco dado a coisas rápidas. Sonhei viver uma eternidade acompanhado das pessoas que mais amo. A angústia da luta contra o tempo desgosta-me. Feitios. Acima de tudo, confesso, gosto da solidão do meu pensamento. Aprecio a elaboração (...)

editorial (11)

28.09.11
        Aprecio a coerência não dogmática. Não renego o meu pensamento político, mas procuro libertar-me para pensar e escrever. Não me dispo do aconchego aos meus, nem da minha pele, como todos nós. Contudo, tomo posições que considero justas e que nem sempre me facilitam a vidinha. Os entendidos na nossa

em bruto

26.09.11
    Quando se enunciam os salários das classes profissionais, há, pelo menos, dois modos de o fazer: o ilíquido e o líquido. A conveniência faz a escolha. O anterior governo especializou-se no spin que atingia os professores como classe e os resultados foram o que se sabe. Os salários dos professores portugueses foram usados para fins eleitorais e para permitirem políticas restritivas noutras áreas; já foi confessado.   Quando se lançam números brutos de faltas, podemos (...)

desporto escolar despachado

01.05.11
    Pode ler aqui o novo despacho. O desporto escolar sofrerá alguns cortes, mas evitará o naufrágio. Passará a ser uma ilha nas reduções da componente lectiva, mantendo a parceria com as direcções de turma.

da desmobilização à irresponsabilidade

17.03.11
    Será tarde com toda a certeza e mais cedo do que muitos poderão esperar, mas as escolas do Estado terão de fazer nova mudança na sua forma de gestão e abandonar a irresponsabilidade de amontoar escolas. Será do mais elementar bom-senso.   Desde o início do milénio que umas iluminárias do poder central fustigaram as escolas com esta megalomania que arrasou qualquer das culturas organizacionais existentes. A coisa institucionalizou-se com um diploma legal (o 75 2008) que (...)

mitos

15.11.10
    Se o governo afirma que é um mito dizer-se que o ensino privado em Portugal tem menos custos que o público, é caso para perguntar: para onde vão os eurozinhos?   Dirigi uma escola pública com um orçamento anual de cerca 4 milhões de euros. 3 milhões e 920 mil euros, aproximadamente, eram para salários. (...)

pico de justicês

01.11.10
        Legisla-se muito e mal, dizia a especialista em direito. É um fenómeno que coloca em causa a saúde da democracia, sentenciava de seguida. O ME é um bom exemplo do pior que se pode fazer nessa matéria. Os últimos anos caracterizaram-se por uma legislatite incontinente que lançou o caos no sistema e nas escolas. Não estou a empolgar a coisa. Está comprovado e nem me parece que (...)