Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

para além das provas e do inferno da medição

07.06.18
      A aula terminou. Uma das tarefas, a estação de salto em altura, ficou organizada para a aula seguinte. Os alunos que usavam o meu Ipad (wi-fi desligado) para o registo de imagens (úteis como informação de retorno imediato na análise do salto e que apago de seguida) e de outros dados de organização de uma competição, concluíam procedimentos. Um aluno colocou uma bola de rítmica no chão a uns 5 metros da fasquia e disse-me que a derrubaria com um remate de futebol. (...)

da fractura curricular e da Educação Física

14.04.18
      A estrutura curricular nos países menos desenvolvidos tem uma fractura comum: predominam as disciplinas nucleares e atribui-se um papel residual aos saberes do domínio das humanidades e das artes onde se pode incluir a educação física. Objectivamente, a ruptura verifica-se na carga horária. Disciplinas como a língua materna ou a matemática atingem, desde cedo, o dobro ou o triplo das horas semanais das restantes. Estas decisões carecem de fundamentação empírica e (...)

Um momento de humor

19.05.17
      Encontrei algumas vezes discursos do género do que pode ler a seguir. São sempre momentos bem humorados. Deixo o link, aqui, e copio e colo a versão.   "O Ministério da Educação, finalmente, e possivelmente sem a opinião do Conselho Nacional da Educação, que não está nada virado para a cinesiologia, a ciência que estuda o movimento, e não a educação do (...)

Educação Física diária?

04.02.17
      Eram onze turmas do ensino secundário (duas aulas semanais de cinquenta minutos por turma) com mais de 30 alunos cada uma (uma chegava a 36 alunos). Esse primeiro ano que leccionei com horário completo deixou-me apreensivo. Um ano depois, experimentei o segundo ciclo: quatro aulas mais dois tempos de actividades de aplicação; seis tempos por semana e três turmas no horário. A escolha para os dois anos da profissionalização em exercício recaiu, obviamente, no segundo (...)

a educação física e a fractura curricular

04.01.15
      A estrutura curricular nos países menos desenvolvidos tem uma fractura comum: predominam as disciplinas denominadas nucleares e atribui-se um papel residual aos saberes do domínio das humanidades e das artes onde se pode incluir a educação física. Objectivamente, a ruptura verifica-se na carga horária. Disciplinas como a língua materna ou a matemática atingem, desde cedo, o dobro ou o triplo das horas semanais das restantes. Estas decisões carecem de fundamentação (...)

Estamos cada vez mais longe

25.10.13
Portugal está afastar-se da possibilidade de elevar os padrões de qualidade do seu sistema educativo (que não se esgota na escola).As instalações destinadas à prática de exercício físico associadas ao incremento de inúmeras actividades físicas que recorrem à natureza, proporcionam uma vasto leque de ofertas para os jovens portugueses.Mas a sucessão de erros graves de planeamento (tipo PPP´s e por aí fora), originam a sublotação das instalações durante os horários (...)

uma manhã muito bem passada

08.09.13
      Apesar das muletas e dos cuidados com a contratura muscular (diagnóstico quase definitivo), não faltei ontem ao convite para falar do processo de ensino em Educação Física que denominei como "modelo tridimensional". Foi uma manhã muito bem passada, acompanhado pela atenção dos meus colegas e do director do CFAE-Oeste. O convite mais agradável é sempre o que é feito por pares.   Já lá vão cerca de oito anos que fiz a última intervenção do género para professores (...)