Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

Querem Ver

23.01.20
Querem ver que, na sequência do Luanda Leaks, os contribuintes portugueses vão ser novamente convocados ao gesto patriótico de oxigenar as finanças a exemplo do BPN, BCP, BANIF, CGD, BES, Novo Banco e por aí fora.

Espera-se que seja uma Excepção

30.11.19
As ditaduras e os regimes totalitários é que assassinavam, perseguiam ou internavam, com a acusação de loucura, os dissidentes ou conhecedores da corrupção do regime. Numa democracia europeia, Malta, assassinaram a jornalista, escritora, blogger e activista anti-corrupção Daphne Galizia que denunciou casos de corrupção que "podiam implicar membros do Governo". "Joseph Muscat, o primeiro-ministro socialista de Malta, deve anunciar em breve a sua demissão, noticia o jornal Times of Malta. O governante está a ser pressionado para se afastar para não interferir na investigação ao homicídio da jornalista Daphne Caruana Galizia, há dois anos, quando investigava casos de corrupção que podiam implicar figuras do Governo. (...)

Explicações

19.09.19
  A acumulação de riqueza numa minoria associada à impossibilidade de taxação do capital, impede a justa redistribuição dos ganhos económicos e a atenuação das desigualdades. Se conjugarmos o que foi dito com o sistemático "varrer para debaixo do tapete" das pequenas e grandes corrupções, temos uma explicação para a perigosa crise das democracias ocidentais.

A Corrupção e Banksy

07.09.19
    O desenho na imagem é de Banksy. Uma leitura possível, é que o combate à corrupção não é mais eficaz por falta de meios. É um facto relatado por investigadores e profissionais. Mas nem sempre será assim. Há também casos estranhos de profissionais que abdicam de meios elementares disponíveis (uns vulgares pneus); é outra leitura do desenho. Encontrei uma notícia de 29 de Maio de 2019:  "A corrupção minou a sociedade. De cima para baixo e de baixo para cima. É uma das maiores quedas no ranking mundial: Portugal está menos competitivo que no ano passado. Corrupção, impostos e economia paralela são algumas variáveis que contribuíram para a descida.(...) (...)