Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Heurística em 3d

12.04.22
A heurística, como arte de inventar ou descobrir, pode também manifestar-se em desenhos a três dimensões ou em gráficos com linhas ou barras. A figura que se vê a seguir, e o problema colocado, recorda-me as manipulações de vária ordem dos ideólogos do Estado mínimo. O seu discurso anti-professor e anti-funcionário público em geral não sofre oscilações por mais que se comprovem as inverdades nos números ou nos factos, como foi o caso recente do relatório FMI ou das (...)

"A alínea c) do n.º 2, artigo 5.º do Estatuto da Carreira Docente"

30.03.22
Um comentário aqui no blogue de Rui Manuel Fernandes Ferreira que transformei em post. "A alínea c) do n.º 2, artigo 5.º do ECD estabelece como um direito do professor, entre outros, o direito à autonomia técnica e científica e à liberdade de escolha dos métodos de ensino, das tecnologias e técnicas de educação e dos tipos de meios auxiliares de ensino mais adequados, no respeito pelo currículo nacional, pelos programas e pelas orientações programáticas curriculares ou (...)

"Também Se Trabalha Para Ganhar Dinheiro" - Mário Silva

25.11.21
Texto recebido por email devidamente identificado: "Têm aparecido vários artigos de opinião nos jornais sobre a falta de professores com um denominador comum: que não é o dinheiro que move o exercício profissional. Este estigma criado na comunidade, em que quem trabalha para ganhar dinheiro é mal visto, é uma falácia tremenda porque trabalha-se exatamente para ganhar dinheiro, sem o qual não é possível viver na sociedade moderna. Essa ideia de que o dinheiro é o menos (...)

Uma Arma de Destruição Educativa - Por Mário Silva

03.09.21
Recebido por email devidamente identificado: "Estava sentada olhando para o ecran do computador com uma expressão facial visivelmente agastada e aborrecida. Pensando que seria o retomar de mais um ano com previsivel avalanche de burocracia inútil que desvia daquilo que ela gosta de fazer- preparar e lecionar aulas- cumprimento afavelmente para desanuviar o estado psicológico. Olhou para mim, e com sorriso sereno, afirmou:”Olha, o 6º escalão vai ser o meu topo da carreira!...”, (...)

"O Estado de Calamidade na Profissão Docente"

30.05.21
Recebido por email devidamente identificado. "O Estado de Calamidade na Profissão Docente:" "Ela tem 52 anos de idade e estando no 4º escalão da carreira, teve observação de aulas. Foi sujeita a ADD, obtendo uma classificação de 9; contudo, ficou registado no documento da ADD a menção de Bom, com a justificação de falta de quota para Excelente e Muito Bom. Recebeu a notificação que será integrada numa lista para obtenção de vaga para o acesso ao 5º escalão. De acordo (...)