Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

O Correntes faz hoje 15 anos

25.04.19
    O "Correntes (em busca do pensamento livre)" faz hoje 15 anos e mantém um registo diário de publicações. Ter um blogue transformou-se numa segunda pele. 25 de Abril foi uma escolha significativa para o começo, com a liberdade de expressão como constante editorial. Nestas alturas, apela-se à participação cívica dos mais jovens com críticas às diversas formas de nepotismo. Mas é importante sublinhar que ainda é incómoda a condição de cidadão livre e com opinião e (...)

Remar contra a Maré

08.03.19
      Lembrei-me deste pequeno vídeo por ser o Dia da Mulher. Não sou dado a comemorar "dias", mas a realidade é o que se sabe. Admiro mulheres que remam contra a maré, como explico mais abaixo. Não raramente, remetemos as perseguições obsessivas de que são alvo para teorias da conspiração. Tenho ideia que em muitas situações a génese do problema estará num caso tão simples como o do vídeo. Veja até ao fim (1.05 minutos). Nota: como a ideia de blogue inclui um (...)

Editorial (31); o post 10.000

04.06.18
                                Este é o post 10.000 com 27554 comentários. Para além da liberdade de edição, a escrita num blogue exprime emoções e aconselha e organiza os conhecimentos e o nosso mundo. Manterei o registo que tem orientado a linha editorial.

O Correntes faz hoje 14 anos

25.04.18
        A ideia de blogue tornou-se uma segunda pele e o "Correntes (em busca do pensamento livre)" regista 9941 "posts" num ritmo diário de publicação. Não escolhi Abril, mas depois esperei para que o significado de 25 fosse o lema inicial e uma espécie de constante editorial. Não é cómoda a condição de cidadão livre e com opinião, mas não era a mesma coisa. Gosto muito que o Correntes faça anos no 25 de Abril. Catorze anos depois, continuo a gostar de escrever e (...)

bandeira branca por um dia

23.06.17
            (Este texto foi escrito em Junho de 2004. Resolvi reescrevê-lo e reeditá-lo)       Passei uma tarde encantadora. Foi um descanso merecido para um corpo que vai aturando maçaduras diversas. O dia soalheiro ajudou, a cadeira de jardim encorpou-se de vez e as leituras estavam a condizer. Se a perfeição existe, estive lá perto. Foram momentos de um prazer indizível. Argumentei-me em cadeia com sínteses que me elevaram as motivações. Tenho tardes assim. (...)

o trabalhador como conceito

01.05.17
          Chicago, 1 de Maio de 1886   "Por que será que se riem quando digo que trabalho muito?", interrogou-se um humorista. Compreendi-o. Fazer rir, como de resto acontecia com a maioria das actividades culturais, ficava aquém de um conceito que considerava um banqueiro ou um facilitador de negócios como o grau elevado do exercício profissional. O valor do trabalho restante media-se pela "possibilidade" de sobrevivência para baixo; era disso que riam. Já não é assim. Algo (...)

O Correntes faz 13 anos hoje

25.04.17
      Abril foi por acaso, mas fiz uma espera para que 25 fosse o primeiro dia. Gosto de ter um blogue - esses clássicos da publicação digital -  e que o "Correntes (em busca do pensamento livre)" faça anos hoje. Mantenho o ritmo diário de publicação. Este é o post 9494 e partilhei alguns textos no twitter ou no facebook. 13 anos depois, agradeço mesmo pela atenção.    

Do Dia Mundial do Professor

05.10.16
        "Gostava ainda de deixar uma ideia do enorme João dos Santos, “(...)Foi meu professor porque foi meu amigo” e uma convicção pessoal que a idade cada vez mais cimenta, qualquer professor ou educador, tanto ou mais do que aquilo que sabe, ensina aquilo que é."   Muito "interessante o post" do José Morgado, donde retirei o parágrado inicial, do blo (...)