Em busca do pensamento livre.

Sábado, 22.09.18

 

 

Quatro anos depois (e esta memória chegou-me pelo facebook), leio este recorte do DN e mais me convenço que a nossa sociedade educativa tem uma tendência para os movimentos circulares. Ou seja, andamos, andamos muito até, mas voltamos quase ao ponto de partida. A clássica blogosfera é um resgisto dessa evidência.

 

01

 

0302

 

 



publicado por paulo prudêncio às 17:09 | link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Quarta-feira, 20.12.17

 

 

"Portugal foi o país da OCDE que mais melhorou desempenho dos alunos imigrantes em 10 anos.

Portugal foi o país da OCDE que mais melhorou o desempenho dos alunos imigrantes na última década e onde mais se reduziu a distância entre os resultados dos imigrantes e dos alunos nacionais, revela um relatório sobre migrações.(...)"



publicado por paulo prudêncio às 13:03 | link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 19.04.16

 

 

 

site da PR anuncia (15 de Abril de 2016) a promulgação da lei "que elimina a requalificação de docentes". A decisão justifica-se por "não existirem efeitos orçamentais relevantes”. Por muito que custe ao pessoal do Panamá Papers, a variável "existiu" por radicalismo ideológico "rosalino".



publicado por paulo prudêncio às 15:25 | link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar

Quinta-feira, 10.03.16

 

 

 

 

Draghi afirma "que entregar dinheiro directamente às pessoas é um conceito muito interessante”. Quem diria. O processo dá que pensar, realmente: os bancos recebem juros para pedir emprestado. Espera-se que o dinheiro chegue mesmo à economia e que não sirva apenas a deficitária contabilidade bancária.

Captura de Tela 2016-03-10 às 18.46.50.png

 



publicado por paulo prudêncio às 18:47 | link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Domingo, 03.01.16

 

 

 

Duas boas trocas por prendas repetidas.

 

IMG_0196.jpg

 



publicado por paulo prudêncio às 15:09 | link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 28.12.15

 

 

 

Os livros em papel resistem, e ainda bem, mas os postais nem por isso e naturalmente. O livro de G. Grass foi uma auto-prenda uns dias antes e o postal é um registo das boas memórias de um professor.

 

10419039_10206139113865679_6146668007528496898_n.j

 

 

 

1934501_10206139120545846_5290488060777108791_n.jp

 

 



publicado por paulo prudêncio às 15:56 | link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Segunda-feira, 30.11.15

 

 

 

 

Impressionou-me o clima de autenticidade no almoço de ontem, em Leiria, da candidatura de Sampaio da Nóvoa. Foi um sinal muito positivo e transbordante de emoções. Era bonito se se confirmasse Proust:

"parece que certas realidades transcendentes emitem em torno de si radiações a que a multidão é sensível. É assim que, por exemplo, quando se dá um acontecimento, quando na fronteira está um exército em perigo ou derrotado, ou vitorioso, as notícias bastante nebulosas que dele chegam e de que o homem culto não sabe retirar grande coisa, provocam na multidão uma emoção que o surpreende e na qual, depois de os especialistas o terem posto ao corrente de verdadeira situação militar, ele reconhece a percepção pelo povo daquela “aura” que rodeia os grande acontecimentos e que pode ser visível a centenas de quilómetros".

 

12294747_628177863988290_4465988381849079091_n.jpg

 



publicado por paulo prudêncio às 19:53 | link do post | comentar | partilhar

Domingo, 02.08.15

 

 

 

 

11800094_10207337158846936_904918983953491332_n.jp



publicado por paulo prudêncio às 09:35 | link do post | comentar | ver comentários (7) | partilhar

Quarta-feira, 15.07.15

 

 

Captura de Tela 2015-07-15 às 22.08.48.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pode adquirir aqui a versão digital do livro "Razões de uma candidatura: Em busca de uma ideia de escola de gestão escolar (Portuguese Edition)". A editora é a "Amazon - kindle edition".

 

Pode ler a descrição:

 

A ideia de escola está associada à renovação e ao recomeço. Não existe alternativa. Quem abraça um desafio com estas características deve saber que o exercício de gestão escolar nunca se conclui e que invariavelmente nos remete para o famoso mito de Sísifo. Portanto, impõe-se a difícil depuração entre o que desejamos e o que é possível. Se a democracia se ergue também a partir das escolas e na riqueza da interação dos discursos, das atitudes e dos exemplos, então a ideia de compromisso ocupa um lugar essencial; e, neste caso, a minha afirmação inscreve-se na ideia de fazer o melhor que for capaz. Por isso, e para que a clareza aproxime este projeto de intervenção da sua necessária avaliação, não me proponho a um exercício retórico que se transforme num conjunto abstracto ou perdido no tempo. Este projeto de intervenção será um instrumento organizacional.(...)

A ideia de agrupamento de escolas vigente em Portugal é desconhecida pela literatura dedicada à gestão escolar e há investigadores que se mostram céticos em relação aos resultados. Esta escala organizacional parece dar corpo às inscrições nos dois parágrafos anteriores: transporta um sentimento de crise e é decidida pelos tempos que vivemos. Por outro lado, o pensamento que dita as políticas educativas relaciona-se com o pensamento político e económico. Por isso, a escola deve ser entendida segundo vários pontos de vista e de acordo com os interesses políticos e sociais em vigor.(...)



publicado por paulo prudêncio às 22:12 | link do post | comentar | partilhar

Sábado, 11.07.15

 

 

 

Nunca resisto a uma bola de berlim depois de umas boas braçadas, mantenho a sugestão do Inimigo Público (2012).

 

 

 

 

 



publicado por paulo prudêncio às 09:49 | link do post | comentar | ver comentários (6) | partilhar

Quarta-feira, 24.06.15

 

 

 

"O fiasco"

 

Palavras que se retribuem.



publicado por paulo prudêncio às 17:22 | link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 11.06.15

 

 

 

A Filipa recebeu ontem, no Casino do Estoril, um globo (categoria do surfista mais sexy do ano) no "Kia Ondas de Ouro Surf Awards". Parece que a cerimónia foi muito bonita e cheia de significado. Parabéns para a Organização e para a Filipa que agradece a quem votou. A fotografia é do seu mural no facebook.

 

 

11423378_10206949071144986_5463546963020474894_n.j

 

Filipa Isabel Rodrigues Prudêncio.

 

11390352_827174363985101_7188206749162429884_n.jpg

 

Imagem obtida no site da organização.



publicado por paulo prudêncio às 12:08 | link do post | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Segunda-feira, 01.06.15

 

 

 

Captura de Tela 2015-04-15 às 14.43.31.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É um livro que pode adquirir nesta ligação e que pode interessar a quem estude a gestão das organizações. É um projecto de intervenção concebido em 2014 para um megagrupamento de doze escolas portuguesas e transporta um conjunto de ideias de gestão escolar.

 

Pode ler a descrição:

 

A ideia de escola está associada à renovação e ao recomeço. Não existe alternativa. Quem abraça um desafio com estas características deve saber que o exercício de gestão escolar nunca se conclui e que invariavelmente nos remete para o famoso mito de Sísifo. Portanto, impõe-se a difícil depuração entre o que desejamos e o que é possível. Se a democracia se ergue também a partir das escolas e na riqueza da interação dos discursos, das atitudes e dos exemplos, então a ideia de compromisso ocupa um lugar essencial; e, neste caso, a minha afirmação inscreve-se na ideia de fazer o melhor que for capaz. Por isso, e para que a clareza aproxime este projeto de intervenção da sua necessária avaliação, não me proponho a um exercício retórico que se transforme num conjunto abstracto ou perdido no tempo. Este projeto de intervenção será um instrumento organizacional.(...)

A ideia de agrupamento de escolas vigente em Portugal é desconhecida pela literatura dedicada à gestão escolar e há investigadores que se mostram céticos em relação aos resultados. Esta escala organizacional parece dar corpo às inscrições nos dois parágrafos anteriores: transporta um sentimento de crise e é decidida pelos tempos que vivemos. Por outro lado, o pensamento que dita as políticas educativas relaciona-se com o pensamento político e económico. Por isso, a escola deve ser entendida segundo vários pontos de vista e de acordo com os interesses políticos e sociais em vigor.(...)



publicado por paulo prudêncio às 09:44 | link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 21.05.15

 

 

Captura de Tela 2015-04-14 às 22.20.15.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pode adquirir aqui a versão digital do livro "Por precaução - o tratamento da informação nas organizações escolares". A editora é a "Amazon - kindle edition".

 

Pode ler a descrição:

 

Por precaução

O tratamento da informação nas organizações escolares

Authored by Paulo Prudêncio 


A actual discussão política à volta do papel da escola e a predominância da ideia de sociedade global associada aos sistemas de informação e de conhecimento, foram factores nucleares para a escolha do tema para esta investigação.

Tivemos também a pretensão de contribuir para a novel investigação que se preocupa com a gestão escolar propriamente dita e com os seus sistemas de informação, numa lógica que tenta ultrapassar dois territórios que, e segundo Barroso (2005), têm ocupado o universo da Administração Educacional: o das Ciências da Educação e o das Ciências da Administração e Gestão. 
Não é ousado afirmarmos que não é possível identificar escolas de gestão escolar. Apesar destas instituições serem, e de acordo com Grade (2008), uma das organizações mais estudadas, podemos inscrever um estado de desconhecimento quanto aos modelos de gestão que estão em confronto. Existe uma larga latitude de opções quanto à forma como as redes de escolas se estruturam, mas o reconhecimento da singularidade organizacional das instituições é um espaço de investigação que dá os primeiros passos.
É precisamente no modo como as organizações escolares tratam a informação que se centra o nosso estudo. Fomos conhecer a cultura organizacional da escola na estreita relação com os sistemas de informação. Queríamos perceber se a maioria da informação é obtida por precaução e as conclusões da investigação comprovaram-no. Uma parte muito significativa das entradas de informação cumprem esse desígnio e não alimentam um sistema de informação que exista como tal: estudado, moderno, coerente e libertador dos actores para a tarefa essencial das escolas: o ensino. Importava conhecer as razões e foi disso que fomos à procura. 
A nossa opção de recolha de dados para o estudo empírico circunscreveu-se a entrevistas a directores escolares. Escolhemos uma abordagem qualitativa como método de investigação, com as consequentes análises de conteúdo e as respectivas apresentação e síntese de resultados.
Encontrámos um sistema escolar mergulhado em burocracia inútil e que faz depender as decisões dos actores escolares dos excessos normativos do poder central. Apesar da autonomia na gestão escolar ser um objectivo há muito perseguido nos textos de políticas educativas, o estado da gestão informacional inscreve uma entropia que bloqueia a afirmação das particularidades organizacionais dos estabelecimentos de ensino.



publicado por paulo prudêncio às 12:20 | link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Sábado, 18.04.15

 

 

 

 

Sei que carece de valor empírico, mas vai: os recortes sobre ciência que pode ler eram muito mais difíceis se não fosse o 25 de Abril e a aposta na ciência. É também uma homenagem a Mariano Gago.

  

 

Captura de Tela 2015-04-18 às 23.03.27.png

 

Captura de Tela 2015-04-18 às 23.03.27.png

 Jornal de Leiria, 11 de Setembro de 2014.

 

18269324_zQ4Dt.png

 

Captura de Tela 2015-04-18 às 20.57.00.png

 

 Jornal de Leiria, 19 de Março de 2015.



publicado por paulo prudêncio às 20:09 | link do post | comentar | ver comentários (6) | partilhar

Quarta-feira, 15.04.15

 

 

 

 

O livro sobre gestão escolar, "Por precaução",  aguardava desde 2012 por uma edição. Já esteve para acontecer por algumas vezes com outras editoras, mas a simplificação de procedimentos da "Createspace an Amazon company" resolveu o assunto. Tenho mais um livro editado que publicitarei em breve e os dois projectos estão em processo de revisão para a versão digital. Tenciono, lá mais para a frente, publicar um terceiro livro recorrendo aos mesmos procedimentos.



publicado por paulo prudêncio às 21:42 | link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 10.04.15

 

 

BookCoverImage.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pode adquirir aqui o livro "Por precaução - o tratamento da informação nas organizações escolares" de que sou autor. A editora é a "Createspace an Amazon company".

 

Pode ler a descrição:

 

Por precaução

O tratamento da informação nas escolas

Authored by Paulo Trilho Prudêncio 

A actual discussão política à volta do papel da escola e a predominância da ideia de sociedade global associada aos sistemas de informação e de conhecimento, foram factores nucleares para a escolha do tema para esta investigação.

Tivemos também a pretensão de contribuir para a novel investigação que se preocupa com a gestão escolar propriamente dita e com os seus sistemas de informação, numa lógica que tenta ultrapassar dois territórios que, e segundo Barroso (2005), têm ocupado o universo da Administração Educacional: o das Ciências da Educação e o das Ciências da Administração e Gestão. 
Não é ousado afirmarmos que não é possível identificar escolas de gestão escolar. Apesar destas instituições serem, e de acordo com Grade (2008), uma das organizações mais estudadas, podemos inscrever um estado de desconhecimento quanto aos modelos de gestão que estão em confronto. Existe uma larga latitude de opções quanto à forma como as redes de escolas se estruturam, mas o reconhecimento da singularidade organizacional das instituições é um espaço de investigação que dá os primeiros passos.
É precisamente no modo como as organizações escolares tratam a informação que se centra o nosso estudo. Fomos conhecer a cultura organizacional da escola na estreita relação com os sistemas de informação. Queríamos perceber se a maioria da informação é obtida por precaução e as conclusões da investigação comprovaram-no. Uma parte muito significativa das entradas de informação cumprem esse desígnio e não alimentam um sistema de informação que exista como tal: estudado, moderno, coerente e libertador dos actores para a tarefa essencial das escolas: o ensino. Importava conhecer as razões e foi disso que fomos à procura. 
A nossa opção de recolha de dados para o estudo empírico circunscreveu-se a entrevistas a directores escolares. Escolhemos uma abordagem qualitativa como método de investigação, com as consequentes análises de conteúdo e as respectivas apresentação e síntese de resultados.
Encontrámos um sistema escolar mergulhado em burocracia inútil e que faz depender as decisões dos actores escolares dos excessos normativos do poder central. Apesar da autonomia na gestão escolar ser um objectivo há muito perseguido nos textos de políticas educativas, o estado da gestão informacional inscreve uma entropia que bloqueia a afirmação das particularidades organizacionais dos estabelecimentos de ensino.



publicado por paulo prudêncio às 19:12 | link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar

Quinta-feira, 12.03.15

 

 

 

Perigo no exame de português de 12º ano: o acordo ortográfico



publicado por paulo prudêncio às 18:45 | link do post | comentar | ver comentários (6) | partilhar

Domingo, 25.01.15

 

 

 

 

Tudo indica que o Syriza vencerá com maioria absoluta. Recordo-me da "impensável" vitória de Obama e dos fantasmas que transportava. Há um lado simbólico emocionante nestas vitórias. E, já agora, Obama deixará, apesar de tudo, os EUA bem melhores em todos os indicadores.

 

 

 



publicado por paulo prudêncio às 18:40 | link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Sexta-feira, 02.01.15

 

 

 

 

 

 

Coisas importantes sobre a vida.



publicado por paulo prudêncio às 17:30 | link do post | comentar | partilhar


Inauguração do blogue
25 de Abril de 2004
Autor:
Paulo Guilherme Trilho Prudêncio
Discordâncias:
Mais até por uma questão estética, este blogue discorda ortograficamente
arquivo
comentários recentes
Até pode ser uma explicação: anos a fio na "selva"...
Até pode ser uma explicação: anos a fio na "selva"...
Uma descida grave.
Também de Singapura vêm outras boas iniciativas:ht...
Também aqui se realça Singapura por boas razões:ht...
tempos que têm os ingredientes para os 'trumps'/'b...
Não conhecia essa situação.
subscrever feeds
mais sobre mim
Por precaução
https://www.createspace.com/5386516
ligações
blog participante - Educaá∆o - correntes .jpg
tags

antero

avaliação do desempenho

bancarrota

bartoon

blogues

campanhas eleitorais

cartoon

circunstâncias pessoais

concursos de professores

contributos

corrupção

crise da democracia

crise da europa

crise financeira

desenhos

direitos

economia

educação

escolas em luta

estatuto da carreira

falta de pachorra

filosofia

fotografia

gestão escolar

história

humor

ideias

literatura

luís afonso

movimentos independentes

música

paulo guinote

política

política educativa

professores contratados

público-privado

queda de crato

rede escolar

ultraliberais

vídeos

todas as tags

favoritos

bloco da precaução

pensar o sistema escolar ...

escolas sem oxigénio

e lembrei-me de kafka

as minhas calças brancas ...

as minhas calças brancas ...

reformas e remédios (1) -...

sua excelência e os númer...

posts mais comentados
Razões de uma candidatura
https://www.createspace.com/5387676