Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

da contra-ofensiva

30.04.13
        Podemos agrupar os austeritaristas e o seu contrário (keynesianistas, por exemplo) numa contenda entre racionalistas e empiristas. De um lado a matemática (e recordo a polémica-excel) e do outro a cultura, digamos assim.   Os auteristaristas refugiam-se no liberalismo. Leio com frequência quem lhes acrescenta o prefixo neo e são menos os que optam pelo ultra. Tenho escolhido o segundo, como se pode ler

dos equívocos e do racionalismo

21.04.13
        A última semana ficou marcada pelo inacreditável erro em Excel que já empurrou milhões de pessoas para o desemprego. A tese, de 2010, que afirmava que acima dos 90% de dívida pública a recessão económica seria "irrefutável" prevaleceu como modelo matemático único e em Portugal também.   Sem sequer trazer para a discussão o espectro da corrupção que parece dominar o mundo financeiro, podemos considerar uma espécie de confronto entre racionalistas e empiristas.  

modelos e falácias

12.04.13
        O modelo em curso de radicalismo ideológico tem sido aplicado por esse mundo fora, embora seja a primeira vez que há uma intervenção do FMI sem  a possibilidade de desvalorização da moeda. É evidente que nem todas as intervenções do FMI tiveram esse cunho ultraliberal.   Muitos dos adeptos da ideia de Estado mínimo referem-se com desprezo aos saberes das humanidades. É pena e ainda por cima dá a sensação que o argumentário não se fica pelos descomplexados (...)