Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

do estado da democracia

07.10.13
      O PSD e o PS estruturaram o voto na nossa democracia e não há solução de Governo sem a sua chefia. Por muito que alguns militantes desses partidos não gostem de ler, os aparelhos partidários estão na origem da queda da nossa democracia. A rede clientelar é a primeira causa do estado a que chegámos. Pacheco Pereira aborda bem a questão numa entrevista, ontem, no (...)

das autárquicas pelas caldas da rainha

30.09.13
          A lei de limitação de mandatos impediu o PSD das Caldas da Rainha, e ao fim de 27 anos, de apresentar o mesmo candidato ao executivo camarário e as esperanças da oposição consolidaram-se com a queda livre do Governo PSD+CDS. Vivo por cá desde 1989 e só conheci um presidente de Câmara. As contundentes críticas da oposição (alguma mais aparelhística e instalada justifica com as intempéries os sucessivos insucessos) remetiam para o referido dinossáurio a (...)

de desgraça em desgraça

30.09.13
        As opiniões são conclusivas: as eleições locais de ontem registaram uma onda de protesto em relação aos partidos políticos que suportam o Governo. Apesar de ser muito difícil retirar conclusões nacionais dos resultados, é evidente que os candidatos autárquicos dos partidos da oposição tinham condições muito favoráveis com a prestação desastrosa de Passos e Portas.   Há muito que o Governo está em queda livre. As políticas para o sistema escolar revelam (...)

mais plano inclinado em 6.10 minutos

27.09.13
      A campanha eleitoral em curso vai registando imagens comoventes. Desta vez registou-se o desespero de uma professora aposentada que já levou um corte mensal de 1000 euros. O início do vídeo mostra o palco da acção de campanha. Lá se vêem mentores da fase inicial da saga de desrespeito pela profissionalidade dos professores. É impressionante como estas personagens tentam passar pelos pingos da chuva. O discurso público de desvalorização dos professores, associado (...)

centralismo e eleições locais

17.09.13
          Há anos a fio que se ouve a retórica: as eleições autárquicas são locais, os partidos políticos passam para plano secundário e o que conta são as pessoas. Testemunhei o argumentário ao longo dos anos e sempre desconfiei desses atributos sedutores. É natural a componente local dos partidos, mas a clareza de propósitos é essencial para respeitar a inteligência dos eleitores.   Se escutarmos os chefes dos "partidos parlamentares" e a comunicação mainstream (...)