Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

Uma atmosfera agressiva

19.10.17
      Há uma agressividade estrutural que passa pela irritação dos sectores mais à direita com os indicadores económicos e financeiros apresentados por um Governo com este suporte parlamentar e há uma agressividade conjuntural decorrente das eleições autárquicas onde o PS sacrificou (Porto e Matosinhos são exemplos) os entendimentos locais para obter uma leitura nacional que legitimasse uma governação que não venceu as legislativas. É, portanto, uma oportunidade para (...)

da repetição: desta vez foi em Barcelona

18.08.17
        As pessoas fizeram um semestre no "estado islâmico" e regressaram como quem esteve em "erasmus"? Por outro lado, as redes sociais ampliam a "ágora" e os sinais de intolerância. Vê-se ódio ao que os outros pensam. É o sinal mais evidente. Daí a actos terroristas irá um qualquer passo dependente de circunstâncias, oportunidades e distúrbios diversos, como se percebe com a identidade dos fanáticos. Amos Oz é, mais uma vez, muito claro: "A essência do fanatismo (...)

que impere alguma sensatez

13.11.15
        A Europa vai-se crispando e espera-se sensatez em quem decide. No caso do PR português, que só tem duas opções, espera-se que tenha lido Amos Oz e perceba que o seu lado não deve continuar a dominar absolutamente.   "(...)O que precisamos é de chegar a um acordo, a um compromisso doloroso. E a expressão "chegar a um acordo, a um compromisso" tem uma reputação nefasta na sociedade europeia. Especialmente entre os jovens idealistas, que continuam a achar que chegar a (...)

Não estavam lá

12.11.14
      Já dei conta do meu fascínio pela obra de Amos Oz.   O genial escritor consegue lançar umas gotas de oxigénio no eterno e sangrento conflito entre israelitas e palestinianos. Nem sei se em vão, uma vez que o conflito não só persiste como tem momentos de alucinante descontrole.   Recebi por email uma história que terá sido escrita por Amos Oz. Não consegui confirmar.   "(...)Um exemplo engenhoso do discurso e da política ocorreu recentemente na Assembleia (...)

desde então nada disso aconteceu

29.07.14
    1ª edição em 29 de Agosto de  2013.       A frase em título é a que se segue ao parágrafo que escolhi para a imagem do post e foi obtida em Amos Oz (2013:202), "Cenas da vida de aldeia", D. Quixote, Lisboa.   A obra de Amos Oz tem um fascínio comovente. A literatura tem o condão inigualável de nos fazer viajar sem sair de casa, mas "As cenas da vida de aldeia" chegaram-me na ida e na volta de uma inesquecível viagem com um final em coincidência temporal com mais uma (...)

gotas

19.11.12
    Já dei conta da meu fascínio pela obra de Amos Oz. O genial escritor consegue lançar umas gotas de oxigénio no eterno e sangrento conflito entre israelitas e palestinianos. Nem sei se em vão, uma vez que o conflito não só persiste como tem momentos de alucinante descontrole.   Recebi por email uma história que terá sido escrita por Amos Oz. Não consegui confirmar.   "(...)Um exemplo engenhoso do discurso e da política ocorreu recentemente na Assembleia das (...)

da essência das coisas

28.08.11
    "Contra o fanatismo" é belíssimo. Este pequeno livro de Amos Oz é arrebatador e prova que ainda existe sanidade mental no meio do grave conflito israelo-palestiniano. Este escritor é natural de Jerusalém e apresenta uma iniciação racional para ajudar a resolver o problema. É fascinante o modo como Amos Oz penetra nos alicerces das manifestações fanáticas e radicais. É uma leitura obrigatória. Tem um alcance e uma lição de vida que deve ser útil para cada um de nós.

da essência das coisas

26.07.11
  (Já usei este texto noutro post)     "Contra o fanatismo" é belíssimo. Este pequeno livro de Amos Oz é arrebatador e prova que ainda existe sanidade mental no meio do grave conflito israelo-palestiniano. Este escritor é natural de Jerusalém e apresenta uma iniciação racional para ajudar a resolver o problema. É fascinante o modo como Amos Oz penetra nos alicerces das manifestações fanáticas e radicais. É uma leitura obrigatória. Tem um alcance e uma lição de vida (...)