Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

pandora

01.10.16
            (Este post é de 21 de Junho de 2010, mas pareceu-me oportuno reeditar quando a ideia de mega-agrupar escolas regressa à agenda.)   A gestão escolar voltou naturalmente à superfície por causa dos mega-agrupamentos. Depois de mais um período sobreaquecido, as pedras e os telhados começaram a sentir o peso do tempo: a memória reaviva-se e os professores começam uma espécie de ajuste de (...)

da série sua excelência - o moderador

07.02.16
      Sua Excelência estava impendida para moderar um debate à volta dos amontoados de escolas: coisa descomunal, já se vê, mas em plena propagação num país sem falência anunciada. O plenipotenciário do poder central disse: "todos os meus colegas, pelo menos os que são sérios, desvelados e versados na realidade, estão de acordo com a espécie de montão." O plenipotenciário do poder local disse: "todos os meus colegas, pelo menos os que são sérios, desvelados e (...)

mais 18

02.04.13
      Os mega-agrupamentos continuam a sua saga contra tudo e quase todos e uns indicadores macro, poupança dizem eles, fazem as delícias dos decisores do MEC. Mais cedo ou mais tarde (quanto mais tarde pior, como sempre) lá teremos de mudar, no mínimo, o modelo de gestão escolar. A configuração territorial das agregações vai assegurando um único dado a considerar: são escolas portuguesas.  

gás pimenta

20.01.13
            Impressionou-me a presença de encarregados de Educação nas manifestações de Braga a propósito da última formação de mega-agupamentos. Não tem sido assim na generalidade do país, onde uns poucos professores tentam remar contra a maré.   Passei há pouco pelo espaço no facebook de um movimento da saúde nas Caldas da Rainha e registei algum desânimo com a indiferença da população. Compreendo o desabafo.   As escolas "andam" há muito isoladas, (...)

em Braga

26.12.12
       Recebido por email com pedido de divulgação.       Comunicado à Comunidade Educativa Reordenamento/Agregação das escolas agrupadas e não agrupadas do Concelho de Braga. Considerando que, até à data, a Direção Regional de Educação do Norte não respondeu ao pedido de audiência solicitado por uma comissão representativa da comunidade escolar bracarense referente à proposta de agregação das escolas e agrupamentos de escola deste concelho; Considerand (...)

segue a desorientação nas agregações nas caldas da rainha

20.12.12
          Há mais de dez anos que a rede escolar das Caldas da Rainha sofre permanentes e desorientadas oscilações. A construção de agrupamentos de escolas, que começou na mudança do milénio, não é apenas discutível por causa do modelo de gestão escolar. Quando se agrupam escolas com critérios pautados pelos interesses partidários, locais e não só, e não por questões técnicas e de (...)

previsível

22.11.12
          Apesar dos professores das escolas do Estado terem um histórico de "salva-vidas" aos devaneios reformistas, começa a ser muito difícil a contenção mediática a propósito da gestão escolar em curso.   Essa contenção ainda se acentua mais nos concelhos onde a lógica de mercado se abre ao ensino privado ou cooperativo e em que as políticas dos últimos anos provocaram o aumento de salas de aula vazias e dos denominados horários zero.   Até aqui, os (...)

pandora (2)

01.10.12
                  (O primeiro post Pandora é de 21 de Junho de 2010. Pareceu-me oportuno reeditar, e reescrever, quando a ideia de mega-agrupar recomeça a povoar as cabeças que ainda não se satisfizeram com a desgraça instituída. É até incrível como ainda se confunde mega-agrupar com combate ao despesismo ou melhoria na eficácia administrativa. É preciso muita impreparação (...)

agora?!

05.06.12
      Os sindicalistas da FNE são uns cómicos e uns crentes no providencialismo. Dá ideia que a veneração é o seu modo de vida. Fazem sempre o jogo de qualquer Governo (como se o contraditório fosse coisa para "radicais") e quando sentem que a casa pode arder aparecem como se estivessem há um ano de férias, bem longe e em parte incerta.   FNE pede (...)

agreguem-se

18.05.12
      Apesar de se saber que o modelo de gestão escolar vigente está (mal) destinado até para escolas não agrupadas, o MEC, desesperado pelo acordado com a troika e inspirado nos seus tecnocratas-sem-terreno-e que-detestam-as-salas-de-aula, anuncia a criação de mais 115 agregações (a primeira lista está aqui (cortesia do Paulo Guinote) e a segunda (e a terceira?) estará para (...)