Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

Isabel Maria Sousa e Silva (1957-2019)

23.11.19
  É muito injusto que a Isabel nos deixe. Travou a batalha principal dos últimos cinco anos sempre com uma força incomum. Foi nessa fase que li os quatro volumes da obra superior de Elena Ferrante: "A Amiga Genial". E não havia dia que não associasse o título à Isabel. A obra de Elena Ferrante é fundamental para se perceber a história da Europa na segunda metade do século XX e nas duas primeiras décadas deste. E "A Amiga Genial" era corajosa, generosa e amava (...)

"Fabulário Amoral de Fauna e Flora"

25.07.19
  É uma interessante obra de pequenos contos. Côta Seixas criou um fabulário amoral, de Fauna e Flora, inesperado, por vezes desconcertante, e sempre junto à margem. Os depurados símbolos, e as metáforas, levam-nos ao lugar da solidão e da liberdade. Oitenta páginas que exigem leitura repetida. Só não se deglutem num fôlego, porque cada conto acompanha-se de um significativo desenho de Tiago Seixas. Parar, respirar, contemplar e seguir. Passado e futuro intermediados pelo (...)

Da escolha de um livro

23.07.18
      A escolha (2004) "Correntes" para nome do blogue revelou-se paradoxal: inspirei-me na democracia, no respeito pelas correntes e diversidade de opiniões, e na busca de pensamento livre, e uns anos depois vi as redes sociais inundadas por movimentos, mais de cariz espiritual, que não aprecio: correntes, cadeias, laços, mãos dadas e por aí fora. Ainda pensei mudar o nome. Mas por causa da Isabel Sousa e Silva e do António Curado, vou escolher um livro, para uma cadeia nas (...)

A Isabel reformou-se

04.02.17
    Nos últimos anos, as aposentações de professores mudaram de significado: passaram do júbilo à fuga, com excepções como em todas as regras. Ontem assisti à homenagem institucional à minha amiga Isabel Maria Sousa e Silva. Foi um júbilo em modo de fuga. Costumava brincar com ela por causa dos sucessivos adiamentos da idade para a reforma que a apanhavam sempre "à beira de". O mais significativo está no seu testemunho no facebook (a foto veio do mesmo sítio): "Não tenho palavras para descrever tanta emoção junta. Quando o nosso trabalho é reconhecido, é muito gratificante. Foi muito especial esta homenagem da Câmara Municipal e foi muito difícil controlar as emoções, sobretudo quando fui presenteada com os abraços e lágrimas de um grupo de ex-alunos. Obrigada David, Rita, Leonor, Carolina, Madalena e Zé Pedro. Adoro-vos. Depois, ter a presença do meu pai e da minha filha e de uma quantidade de colegas e amigos.....Sem palavras. Deveras emocionada. Obrigada a todos pelo carinho e amizade. (...)

Em jeito de contributo

06.09.16
      Três colegas escolares da adolescência são inesquecíveis pela queda para as artes. Um publica fotografias nas redes sociais. O Luís Moreira (everything i see, through my iphone) permite que use as fotos por aqui. Ainda estou a pensar no modo. Uma fotografia num post, com ou sem texto, é a solução que mais me agrada. Mais logo publicarei o primeiro. Este requer uma imagem (...)

08/03/08 - Memórias da grande marcha dos professores

08.03.16
        "08/03/08 - Memórias da grande marcha dos professores" é o título do último livro do Paulo Guinote que li com emoção. Por mais racional que se queira ser na análise de uma obra de inegável importância histórica, é impossível escapar às constantes viagens a um tempo que deixou marcas muito negativas na atmosfera relacional e organizacional das escolas públicas e que levará anos a ultrapassar. Olhando a esta distância, mais se eleva a capacidade de um grupo (...)