Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Maio no Feminino

01.05.20
"(...)O Homo Sapiens não possui direitos naturais, tal como as aranhas, as hienas e os chimpanzés não têm direitos naturais. Mas não digam nada aos vossos empregados, não vão eles matar-vos durante a noite. Tais medos são justificados. Não existe a mínima hipótese de a gravidade deixar de funcionar amanhã, mesmo que as pessoas deixem de acreditar nela. Uma ordem imaginada, pelo contrário, está sempre em risco de colapso, porque depende de mitos, e os mitos desaparecem (...)

novidade?

05.05.12
    Basta estarmos com atenção ao que nos rodeia para certificarmos a institucionalização do laxismo cívico, da pequena corrupção, do deixa-me-estar-sem-fazer-ondas-a-ver-se-me-safo e, como cereja em cima do bolo, na convivência ou condescendência humorada com comprovados caciques e politicamente delinquentes. Confundimos amiúde tolerância com falta de determinação e dever cívico com radicalismo ético. Somos um bocado baralhados.   Depois é só aumentar a escala, (...)

não sabia

04.05.12
      O patrão do Pingo Doce, Soares de Santos, diz que não sabia da campanha de 1 de Maio de 2012. Nem sequer considero isso relevante, como nem me darei ao trabalho de imaginar o grau de maquiavelismo científico dos inventores da coisa. Estão a tratar dos negócios da empresa, julgam-se indolores e acima das desgraças humanas. A responsabilidade social das empresas devia exigir um respeito escrupuloso pelo primeiro de Maio, parece-me.   A história ensina-nos, e a (...)

ainda a propósito do pingo doce

02.05.12
        Comemos muito e o exercício físico fica para os supermercados nos fins-de-semana e feriados onde se exibem os fatos de treino mais reluzentes. Pondo o humor de lado, não é o primeiro estudo que chega a este tipo de conclusões. Três em cada quatro crianças portuguesas serão obesas e três em cada quatro no planeta serão subnutridas?   Jovens (...)