Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

silly season (1) - coitadas das garoupas

21.06.14

 

 

 

 

 

 

 

Nuno Garoupa parece que é um académico, ainda jovem, prestigiado e preside à Fundação Manuel dos Santos (vulgo Pingo Doce, para abreviar). Para Nuno Garoupa os juízes do TC cometem uma espécie de pecado original: "pensam como funcionários públicos". Ou seja, Garoupa que se preze é descomplexado competitivo, moderno e por aí fora. Esmiuçando ainda mais um bocado, imaginamos que para Garoupa um funcionário público é acomodado, falho de ambição, despreza o sector privado e preocupa-se com pensionistas.

 

Lembrei-me de uma história à volta das Garoupas. Apesar de ter nascido e vivido quase duas décadas a banhar-me no Índico, só pesquei uma vez e logo uma Garoupa com uns três palmos; foi à linha e na doca do Clube Naval da cidade onde nasci. A experiência talvez me projectasse para a caça aos Tubarões e para coisas igualmente grandes e temíveis. Mas não. Fiquei-me pela Garoupa e talvez isso explique o meu destino profissional: funcionário público, falho de modernidade e ambição e um acomodado; ainda acabo numa fundação.

 

PS: deve considerar-se que começou oficialmente o verão.

 

 

 

 

 

 

 

 

11 comentários

Comentar post