Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Pelo Parlamento a 21 de Junho - “Pela cessação do Projeto Maia”

17.06.24, Paulo Prudêncio

 

Captura de ecrã 2024-06-17, às 08.02.22.png

Da esquerda para a direita: Ricardo Silva, Dália Aparício, Paulo Guinote, Paulo Prudêncio e João Aparício.

É sempre bom sublinhar que resido nas Caldas da Rainha e que a minha disponibilidade é mais efectiva se for por Skype. As solicitações para o mês de Junho obrigaram-me a muitas recusas, e a algumas "incompreensões", e a escrever assim:  "mas é tudo no mês de Junho? Assim de repente, entre Lisboa, Leiria, Porto, Guarda e Vila Real, para colóquios, conferências, debates, almoços, jantares e por aí a fora, teria os dias: 1 (2), 5, 6 (2), 8, 11, 15, 19, 21 e mais 2 que ainda não se acertou a data".

Contudo, tudo farei para integrar a delegação de peticionários que assistirá a um plenário no Parlamento a propósito do Projecto Maia. É um exemplo da burocracia que tanto tenho combatido (e com provas dadas na construção do inverso) ao longo dos anos. O inferno da burocracia originou, associada à proletarização da carreira, ao modelo autocrático de gestão e à avaliação kafkiana, a falta estrutural estrutural de professores. Baseou-se na desconfiança nos professores, afirmada numa espécie de inversão diária do ónus da prova e em muita impreparação na construção de sistemas de informação.

Em 23.06.2023 defendemos a petição (tem vídeo) e escrevi assim: "Foi com muito gosto que aceitei o convite dos colegas Dália Aparício e João Aparício para ajudar, em conjunto com o Paulo Guinote e o Ricardo Silva, na defesa da petição sobre o programa Maia no Parlamento. Foi um contra-relógio de argumentação, mas saímos com a sensação de missão cumprida. Tem o vídeo neste post ."

Sabemos como se processam as votações parlamentares, mas é sempre de esperar que os dois partidos maioritários se convençam que só mudando o clima escolar é que se inicia o longo processo de recuperação da atractividade da profissão de professor.

Também tudo farei para estar presente em homenagem aos colegas Dália Aparício e João Aparício.

"Cumpre-me comunicar que foi deliberado agendar a apreciação da Petição n.º 143/XV/1ª – “Pela cessação do Projeto Maia” na Reunião Plenária do dia 21 de junho de 2024, a partir das 10 horas (link para as ordens de trabalho das reuniões plenárias – http://app.parlamento.pt/BI2/).

Caso pretenda seguir o debate presencialmente, nas galerias da Sala das Sessões, poderá ser constituída uma delegação, com um limite de dez peticionários, devendo ser tidos em conta os seguintes procedimentos:

  1. A composição da delegação deverá ser comunicada, com a brevidade possível, para o endereço de correio eletrónico da Divisão de Relações Públicas e Protocolo – DRPP.Correio@ar.parlamento.pt, com conhecimento para o endereço peticoes@ar.parlamento.pt;
  2. O acesso às galerias da Sala das Sessões processa-se pela Porta da Receção do Palácio de S. Bento (junto à entrada principal), à qual se devem dirigir, munidos de documento de identificação, no dia indicado com relativa antecedência e ao mesmo tempo, de forma a garantir o acompanhamento a essa delegação de um funcionário parlamentar designado para o efeito;
  3. É aconselhável não serem portadores de volumes ou objetos pessoais como sacos, mochilas e máquinas fotográficas;
  4. Durante as sessões as pessoas presentes nas galerias devem manter-se em silêncio, sem se manifestarem ou aplaudirem.

Informa-se que o debate pode ser seguido através do Canal Parlamento, disponível na TDT, nos canais por cabo, no sítio da internet da Assembleia da República (www.parlamento.pt), na área do Canal Parlamento ou no Facebook do Canal Parlamento.

Com os melhores cumprimentos,

Teresa Diogo

Técnico de Apoio Parlamentar Coordenador

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Direção de Apoio Parlamentar | Divisão de Apoio às Comissões

Palácio de S. Bento, Praça da Constituição de 1976 | 1249-068 Lisboa, Portugal

Tel.: +351 213 919 413

peticoes@ar.parlamento.pt"

4 comentários

Comentar post