Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

os professores e o cepticismo

25.06.18

 

 

 

 

O cepticismo, para quem já tem uma vida com alguma longevidade, é um sentimento egoísta em relação aos mais jovens? Percebe-se a resposta positiva, mas é refutável. Ouvi Pacheco Pereira dizer mais ou menos assim sobre o cepticismo relacionado com o estado da europa e do mundo: "Os alicerces da Europa foram minados pela corrupção. De cima para baixo e de baixo para cima. Basta olharmos à nossa volta." Há, portanto, fundamentos para o cepticismo. E se aplicarmos a interrogação inicial ao estado vigente na educação e se a longevidade dos professores é um dos factos que mais se evidencia, o cepticismo não pode ser um modo egoísta em relação aos jovens para que a esperança não ocupe o lugar dos mitos. Mas isso resolve-se, ou atenua-se, com factos e o cepticismo será um modo construtivo.

mitos-1254x640