Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Mário Centeno Tem Razão

27.02.20

Repitamos: a história da distribuição da riqueza é política e lê-se em dois clássicos: "Riqueza das Nações" de Adam Smith e "O capital no século XXI" de Thomas Piketti. Mário Centeno tem razão: "“O governador do Banco de Portugal é um actor político da maior relevância”. Ministro das Finanças traça, em entrevista à Visão, o perfil do próximo governador: não precisa de ser um técnico, mas alguém consciente de que o Banco de Portugal tem “uma relação com a sociedade”."

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.