Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

Há quem deseje um final "desastroso" para a crise grega?

27.06.15

 

 

 

 

O prémio Nobel Paul Krugman diz que sim e arrasa os credores, em especial o FMI. Tese semelhante é defendida por Dominique Strauss-Khan que assume "os erros cometidos pelo FMI na Grécia".

 

A disputa continuou ontem com uma surpreendente jogada de Alex Tsipras, que demonstra uma determinação "muito menos bom aluno" do que os países do sul da Europa que foram sugados pela troika. A resposta grega de referendo, "como resposta a um "ultimato" dos parceiros europeus e da troika", inclui o respeito pelo resultado da consulta. Parece um lance importante. Aconteça um não ou um sim, o Governo grego faz prevalecer a democracia, legitima-se e reforçará a resposta recente de Tsipras ao presidente do Conselho Europeu: "não é avisado humilhar um povo". Veremos se conseguirá uma inflexão da UE.

 

EUA e China assistem preocupados. Os norte-americanos voltam a exigir sensatez a Merkel numa altura em que a intervenção da Rússia nos Balcãs é ainda mais "solicitada" e em que a instabilidade no mediterrâneo parece em escalada imparável. A China defendeu há pouco "a continuação da Grécia na zona euro, mostrando-se disponível para "contribuir" para uma solução para a crise".

 

Começa a ser difícil encontrar observadores externos que defendam as teses da maioria do Eurogrupo e percebe-se o nervosismo radical do pessoal além da troika.

3 comentários

  • Percebeu-se, mas obrigado.
  • Sem imagem de perfil

    Nuno Calvet

    28.06.15

    Os meninos palermas do nosso governo armados em espertalhões só a pensarem em prejudicar o PS nas próximas eleições devem ter ficado um tanto aflitos com o telefonema de Obama a Merkel a dar-lhe instruções sobre a necessidade premente d resolver o problema grego e de impedir a saída da Grécia da zona Euro. Estes aprendizes de feiticeiros andam a brincar com o fogo e só pensam no seu pequeno quintal ignorando por completo os avisos dados por eminentes economistas não só sobre o perigo da crise grega como também sobre a inutilidade e fracasso de mais austeridade bruta que querem impor à`Grécia. São duros em aprender porque são de uma ignorância e inconsciência granítica!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.