Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

Enquanto isso, Assiste-se ao Empobrecimento de Escolas e Hospitais Públicos

13.11.19

Captura de ecrã 2019-11-13, às 11.41.29.png

O que pode ler neste post são factos e tendências que traçam realidades que, a médio e longo prazos, empobrecerão os serviços públicos num país com duas velocidades: escolas e hospitais para ricos e para pobres.

Enquanto a mediatização diária expõe um panorama desolador e indisfarçável nas escolas e hospitais públicos, os privados das mesmas áreas florescem.

Por exemplo, o Hospital da Luz, privado e gerido por um grupo chinês, aumentou em grande e moderníssima escala a sua capacidade logística na mesma fase em que o recente relatório da OCDE "Health at a Glance 2019" conclui que 47% (é o 2º valor mais alto da OCDE) dos cerca de 2 milhões de pobres em Portugal prescinde de tratamentos médicos necessários por falta de meios económicos.

Por outro lado, já "há 19 escolas internacionais no distrito de Lisboa - entre as quais cinco têm ensino bilingue, 17 são de ensino inglês, uma em francês e outra em alemão. No lugar da antiga Universidade Independente, em Lisboa, encerrada em 2007, vai agora nascer uma escola internacional à americana. Chama-se United International School of Lisbon, é administrada pelo grupo hoteleiro Martinhal - que a ergueu sob um investimento de 50 milhões de euros - e abrirá portas já no próximo ano letivo. Podem concorrer crianças e jovens, desde a pré-primária ao 12.º ano de escolaridade."

Enquanto tudo isto acontece, sabe-se, e sem uma qualquer linha de debate no espectro partidário representado no parlamento (era importante, apesar de tudo, que não se desistisse), que 25% do PIB de Portugal continua em fuga nos paraísos fiscais. E sem relacionar directamente fugas com investimentos, pode-se, no entanto, concluir que o não pagamento de impostos empobrece paulatinamente serviços públicos e permite, também paulatinamente, financiamentos privados.