Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

dos reconhecimentos

19.06.14

 

 

 

 

 

 

 

Os professores portugueses reconhecem com facilidade as figuras retratadas no texto.

 

 

 

"(...)O socioeconomista von Hayek (Frederich A. von Hayek, "La Route de la servitude" (PUF, 1993)) observa que o poder que emana de um particular expressamente determinável - de um "tirano" - se torna rapidamente odioso, e certamente bastante mais insuportável do que as pressões exercidas por uma entidade anónima e não localizada - uma opinião pública ou um mercado - entidade que seriamos tentados a qualificar de ventríloqua. É por isso que o caos das opiniões, das ofertas e procuras económicas particulares força o respeito - como todas as entidades ventríloquas, com vozes sem rosto que falam com as suas vísceras.(...)"

 

 

Châtelet, Gilles (1998:38)

"Vivermos e pensarmos como porcos"

(sobre o incitamento à inveja e ao tédio

nas democracias-mercados).

Temas e Debates. Lisboa.