Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

Dos Rankings de Escolas 2018

16.02.19

 

 

 

 

Captei as imagens no Expresso online. É integrada a variável indicador de sucesso (regista o progresso dos alunos) que altera por completo o que acontecia na ordenação das escolas. Continua a ler-se sobre a inflação de notas internas e o injusto sistema de acesso ao superior que é uma das causas, talvez a principal, da comprovada exaustão de alunos e professores. Pode saber mais nas bases do dados do Expresso, Público (com a variável contextos) ou DN e fazer diversas simulações. Continua a não se conhecer o índice sócio-económico dos privados, enquanto que o das públicas é integrado em três escalões. Mas estes rankings, integrando as variáveis, já não satisfazem a tradicional publicidade dos colégios privados. Como há muito se sabe, os resultados dos alunos em exames não medem a qualidade de uma escola e este modo de mediatização tem mais efeitos perversos do que o contrário.

No secundário o primeiro colégio privado aparece em 11º.

Captura de Tela 2019-02-16 às 08.27.27

No básico o primeiro colégio privado aparece em 13º.

Captura de Tela 2019-02-16 às 08.27.37

Os dados do distrito de Leiria.

Captura de Tela 2019-02-16 às 08.27.54

Captura de Tela 2019-02-16 às 08.28.16

Os dados do concelho de Caldas da Rainha.

Captura de Tela 2019-02-16 às 08.28.34

Captura de Tela 2019-02-16 às 08.28.58

É interessante olhar para os números dos cursos profissionais em Leiria e Caldas da Rainha.

Captura de Tela 2019-02-16 às 08.29.44

Captura de Tela 2019-02-16 às 08.30.11