Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

do elogio dos gregos

19.06.15

 

 

 

"As redes sociais inundaram-se durante uns quatro anos de portugueses indignados: não pagamos mais a esses corruptos da banca e da política. É tudo a mesma coisa. Nem mais um cêntimo. Os gregos elegeram um Governo que deu corpo ao protesto e não é que os indignados se passaram de imediato para o lado dos bancos e dos tais políticos? Os gregos que paguem que nós também o fizemos. Queriam o quê? Paguem e deixem de ser parasitas". Ouvi a ideia e não pude estar mais de acordo. É realmente sei lá o quê ouvir tanto cata-vento a defender Lagarde, Schäuble, Cavaco, P. Coelho e restante SA. Não tarda farão o mesmo com o BES e o BPN e mais ainda se as vítimas de Salgado forem indemnizadas. Não é excessivo sublinhar que é justo o reconhecimento do mérito de Tsipras e companhia qualquer que seja o desfecho.

image.jpg