Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

da união e da insatisfação dos portugueses

17.03.14

 

 

 

 

 

Os estudos valem o que valem, mas é interessante perceber os tipos e os graus de união dos portugueses.

 

E depois existem as conclusões mais ou menos óbvias a partir destes estudos: bombeiros, professores, polícias, médicos e enfermeiros e por aí fora são grupos muito considerados, enquanto que políticos profissionais e banqueiros aparecem no fim da lista; diga-se que não é injusto nem tem consequências: os primeiros vão sendo sugados pelos segundos.

 

 

 

 

Post actualizado às 21h19.

 

Noutro estudo, ficamos a saber que "(...)Os portugueses estão insatisfeitos com vários aspectos da democracia portuguesa. Quase 40 anos depois do 25 de Abril, sentem que há falta de controlo popular do poder político e que os governos não explicam as suas decisões aos eleitores.(...)"

 

 

 

 

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Antónia Vaz

    17.03.14

    Portugal não é como os outros paises europeus, Portugal é uma república das bananas, logo é uma democracia distorcida em que os eleitos nunca representam os eleitores mas sim os próprios e os amigalhaços.
    Os portugueses têm a sua quota de culpa, pois, ainda em Setembro deram 1.750.000 votos aos ladrões que os têm roubado, e, nem mesmo vendo, um cacique a distribuir cheques pelos abades em época eleitoral, protestaram contra tais abusos, nepotismos, corrupção e trafico de in fluências...Cada povo tem o que merece! Hitler foi eleito!
  • Sem imagem de perfil

    Rute Castro

    18.03.14

    Batemos no fundo e não aprendemos...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.