Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Da subida do insucesso escolar

06.03.15

 

 

 

Quem diria que o país que há 41 anos era uma curiosidade turística porque mostrava uma revolução em curso que foi um momento de esperança inesquecível para quem a viveu, consegue, nesta altura, ter como ponto primeiro da sua agenda de preocupações educativas o insucesso escolar, a indisciplina e as faltas dos seus alunos na escolaridade obrigatória.

O que mais entristece, é que se explicarmos isto a um professor de uma qualquer sociedade europeia, encontraremos um ser que nos interrogará: "mas quem são os responsáveis pelas faltas dos alunos? A família? A comunidade local? E faltam injustificadamente? Os miúdos?".

 

Qualquer membro do mainstream (e na sua concepção mais lata que inclui todos os representados no parlamento e os seus familiares) apontará a escola e deixará o cidadão europeu ainda mais perplexo, mas com mais argumentos para perceber os desvarios das nossas eternas "elites".

 

E depois há quem queira detalhar e diga que a subida do insucesso escolar (ou do abandono, uma vez que ainda não percebi qual das patologias alarmou as mentes) no básico, por exemplo, se deve aos exames. É desconhecedor estabelecer uma relação directa, mas isso fica para outro post.

 

2 comentários

Comentar post