Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Da recuperação do tempo de serviço dos professores e dos concursos

24.05.24

É óbvio que é justo e fundamental que o poder político recupere o tempo de serviço dos professores, e cumpra uma promessa eleitoral. Mas para se ser justo, é crucial respeitar a História, criar massa crítica e conhecer bem os inúmeros detalhes brutalmente injustos. Por isso, e por serem tantos e labirínticos, é que se defende uma refundação assente na simplificação de colocar cada professor no escalão correspondente ao tempo de serviço prestado. Aliás, tal objectivo tem que nortear igualmente os concursos de professores: um, anual, e sempre com as vagas de quadro de escola; para o que se segue aos quadros de escola, há meios humanos e técnicos para que seja um não-assunto (o que não há é professores devidamente formados).

Bem sabemos que os tempos são velozes e que há diversos calendários, nomeadamente os eleitorais. Mas a justiça não deve ser apenas célere; deve ser também eficaz.

4 comentários

Comentar post