Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

da queda histórica da direita

25.05.14

 

 

 

 

 

 

As sondagens são o que são, mas é possível tirar algumas conclusões. A abstenção aumenta e reflecte a falta de entusiasmo com o estado da democracia.

 

A direita para além da troika tem uma inapelável derrota nestas eleições. O CDS, que desde o início da governação pôs a campanha eleitoral acima dos interesses do país, tentará culpar o PSD num gesto típico da sua irrevogável condição, mas a derrota é de ambos e justifica que acreditem num antecipado regresso à bancada da oposição.

 

O PS vence, mas com um sinal evidente do eleitorado: a democracia portuguesa cansou-se da política de aparelho e do denominado arco da governação que capturou a democracia. Os eleitores reflectiram e querem soluções governativas que ultrapassem o conhecido.

 

A CDU beneficia do voto de protesto e obtém uma muito boa votação, o PT tem um crescimento que pode não ser sustentado e o BE quase que desaparece; naturalmente.

 

Este post será actualizado.

 

 

 

 

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Europa burocrata e tecnocrata

    25.05.14

    As projecções dão-nos a resposta sobre o futuro da nossa jovem democracia (60% de abstenção pode ser um mau presságio). Vejam o que se passou na França em que a extrema direita de Marine teve uma votação acima do esperado (com as implicações sociais que este resultado vai ter na Europa), remetendo o partido socialista de François para segundo plano.
    Na Europa o voto da contestação está em alta, com particular destaque para os verdes que subiram em número de deputados. Em Portugal continuamos a olhar para os nossos umbigos com as divisões do costumo e de um momento para o outro está aí a minoria silenciosa saudosista a tomar conta desta coutada...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.