Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

da escola inclinada

18.09.17

 

 

 

 

Foram mais de dez anos de cortes na escola pública. Os progressos nos resultados internacionais devem-se ao aumento da escolarização da sociedade. Quando se exige a mudança de paradigma (vocábulo que uso menos), é no sentido organizacional que leio o imperativo. Não foram só as sucessivas "reformas", baseadas em retrocessos civilizacionais ou em guerra confessada aos professores da escola pública, foi o clima que se instalou que suprimiu o pensamento sobre o futuro. E não é apenas a saúde orçamental do Estado de direito. Trata-se da recuperação democrática da rede pública de escolas, sem que isso avalie negativamente o esforço dos actores num sistema com tal grau de instabilidade e incongruência.

 

Usei parte deste texto noutro post.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.