Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

aumenta o número de professores radicalizados

04.10.18

 

 

Basta passar pelos grupos de professores nas redes sociais para constatar a subida da radicalização. Salienta-se o extremar de posições de pessoas ligadas à FNE (claro que há excepções e muitos casos de coerência nas posições) ou aos partidos agora na oposição. Os outrora horrorizados com grevistas, rasgam vestes e manifestam ira. Há quase uma década que não se assistia a este pico radical dos professores com esse pensamento político. Aliás, quem acusa a Fenprof de dominar as escolas tem aqui um irrefutável contraditório. Quem, como é o caso deste blogue, já passou por tantos picos de contestação desde 2004, conhece bem o leque de posições, silêncios, iras e omissões. Mas o melhor é ler: Greve dos professores no Norte deve chegar aos 85%, diz FNE: “Em crescendo desde 1 de outubro”

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.