Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Amanhã às 21h00

22.02.21

Vai ser interessante debater estes assuntos com o Paulo Guinote e com o José Morgado e com a moderação da jornalista Catarina Carvalho. "Quais são os prós e os contras do fecho das escolas durante o confinamento? E que respostas e desafios enfrentam os professores no ensino a distância? Um debate com Paulo Guinote, autor do livro «Quando as Escolas Fecharam» e os professores José Morgado e Paulo Prudêncio. A moderação é da jornalista Catarina Carvalho. O fecha/não fecha das escolas tornou-se um dos assuntos mais importantes desta pandemia. Polémico qb, abrangente sem dúvida. E não só em Portugal. Os prós e os contras do fecho das escolas, as aulas à distância, a pressão que isso coloca nos professores, pais e alunos é uma das principais linhas de discussão à volta das decisões de confinamento. Muito se tem falado dos alunos: como vão recuperar do tempo perdido, como resolver a situação dos mais desfavorecidos na escola? Neste debate, o foco está nas questões que poucas vezes se colocam: os bastidores do ensino. Que papel têm os professores, eixo central dessa nova vida de ensino a distância. Como se prepararam? O que falhou ou não no planeamento, ou na boa vontade que sobra. E para que ensino caminhamos se esta situação se eternizar?"

Pode ver aqui.

image_2021-02-23_18-17-36.jpeg

Captura de ecrã 2021-02-22, às 11.39.09.png

 

 

 

3 comentários

  • Viva. SADD?! O que é isso? O Paulo Guinote é o autor do livro "quando as escolas fecharam". Abraço.
  • Sem imagem de perfil

    mario silva

    24.02.21

    SADD: secção de avaliação de desempenho (aquele pequeno grupo de profs em cada escola com o poder de decidir quem vai para a lista negra e quem não vai...)
    Não é muito orgulho, mas ponham lá "Autor e prof".
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.