Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

algo mudou no público-privado na educação

27.02.14

 

 

 

 

Se António Barreto afirma que "(...)na educação(...)admite a liberdade de escolha, mas sem que o Estado pague a privados. “Quem quer fazer educação privada que a pague. O Estado não deve pagar cheques ensino não deve estar a subvencionar as escolas privadas, como faz actualmente. O Estado gasta milhões e milhões nisso, nas escolas privadas e acho que não o deve fazer”, afirma António Barreto.(...)" é porque algo mudou no mainstream a propósito do público-privado na Educação. Vem tarde, mas ainda a tempo. Os suecos cometeram o erro de privatização absoluta no início da década de noventa do século passado. Os resultados exigiram o estudo de um processo de nacionalização de escolas. Portugal não entrou num devaneio de privatização como pretendia a actual maioria e parece que as teses da sensatez vão ganhando terreno. Vale a pena ler a notícia na totalidade.

 

 

 

6 comentários

Comentar post