Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

a natalidade como mais uma epifania

24.02.14

 

 

 

 

O Governo afirmou-se para além da troika, anunciou o empobrecimento irreversível e convidou os jovens adultos a emigrarem. Foi assim em 2011. Tenhamos alguma memória.

 

Três anos depois, e quando se sabe que Portugal é o único país da troika a sair da crise com menos população e que está com sérios problemas demográficos, o primeiro-ministro anda por aí a corrigir o discurso. Passos Coelho teve mais uma epifania: a natalidade.

 

 

 

2 comentários

  • Haverá uma componente cultural e civilizacional, concordo. Mas o desemprego nos jovens adultos, e nos outros grupos, a supressão do futuro e a absolutização do presente, a mobilidade das pessoas (é difícil dois jovens adultos com ambição profissional viveram na mesma cidade, a menos que um abdique), os horários laborais e escolares e por aí fora não são variáveis a desprezar; pelo contrário.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.