Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

À Justiça O Que É Da Justiça -

11.04.21

_117340490_banksy2.jpg

As políticas para a escola pública impostas pelos Governos de Sócrates (2005 a 2011), e confessadas por António Costa, em 2015 na SICN, como "uma irrepetível guerra injusta contra os professores decidida num conselho de ministros de 2006", foram definitivamente desastradas como o tempo não se cansa de provar. E como a memória histórica é o que é, e como é fundamental recordar factos, os Governos de Sócrates beneficiaram de um generalizado apoio mediático e político (que incluiu toda a direita hoje parlamentar) que isolou os professores durante os anos da sua governação. Do ponto de vista da educação, é a reprovação política. 

Quanto à justiça, o juiz de instrução Ivo Rosa considerou que esse ex-primeiro-ministro "foi corrompido e que transaccionou o cargo", mas que há prescrições. "Como é que foi isto possível?", é a interrogação feita pela saúde da democracia ao exercício que permite o mais nefasto chico-espertismo. E a patologia é de tal ordem, que o ex-primeiro-ministro saiu da sala onde ouviu o juiz e fez declarações triunfais à comunicação social. Mesmo assim, vai a julgamento por crimes de branqueamento de capitais e de falsificação de documentos. Incorre numa pena de cerca de 10 anos de prisão.

Para além disso, a justiça fica num posição difícil. É tudo muito lento e ineficaz. Pelo que se percebe, as páginas da acusação do mega-processo implicavam um crime de prisão até 100 anos quando a pena máxima é de 20. E depois, fica a imagem de incompetência, de que há documentos que acrescentam páginas aos processos para que o volume impressione e que há investigações estrategicamente ineficazes ou "fantasiosas". Neste caso, dá ideia que os fortes indícios de corrupção criaram a ilusão de se "julgar o regime de uma vez só". Quando se ouve que o processo pode terminar em 2036, convencemo-nos que Portugal é um caso de estudo e que qualquer coisa tem que mudar de vez nos meios de investigação, na dimensão dos processos e noutras matérias ainda mais sensíveis e determinantes. Mas veremos como tudo se desenvolve depois da instrução do juiz Ivo Rosa.

Duas notas: as tais políticas para a escola pública foram agravadas pelo Governo de Passos Coelho e mantiveram-se com os de António Costa; encontrei a imagem na Internet: há fortes indícios de que o desenho é de Banksy.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.