Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

o desesperado e o aquecimento financeiro

11.04.13
    François Hollande parece desesperado com o desvario bancário (para sermos brandos, claro) que o rodeia. O responsável financeiro pela sua campanha tinha muito mais capital do que o declarado e usava os paraísos fiscais. Sabe-se que utilizou uma das "mecas" dos ultraliberais: Singapura; veja-se lá como gente tão severa com os costumes dos fracos se dobra até mais não com o capital sem cor. Veremos até que ponto o presidente francês está envolvido na questão.   P (...)

passos

06.04.13
              A crise financeira tem uma relação directa com a corrupção e com os paraísos fiscais. Muitos dos esforços (há quem designe por saque a transferência histórica que se tem verificado) das classes média e baixa esfumam-se nestes "mercados" desregulados que os ultraliberais que governam teimam em absolver, embora já sejam poucos os que advogam a sua (...)

Lloyd Blankfein

02.04.13
      Não me satisfaz saber da desgraça de quem quer que seja, mas considero boas notícias as que nos dizem que o indivíduo mencionado no título do post, um dos que tem mais poder no planeta e que é CEO do banco de investimento Goldman Sachs, será acusado por suborno, fraude, extorsão, desfalque e lavagem de dinheiro.   Assim outros supostos criminosos se sigam e, se a justiça o entender, que os diversos"soldados" dos "donos do mundo" reponham o objecto dos seus crimes e (...)

dos donos do mundo (6) - a austeridade

27.03.13
              A crise é artificial, a austeridade o problema e não a solução e a Alemanha o obstáculo, disse, salvo erro, Joseph Stiglitz. Julgo que quando o economista referiu a Alemanha estava a pensar nos seus grandes bancos que operam quase ao nível do Goldman Sachs.   O saque às classes média e baixa é o primeiro objectivo da crise, embora haja ricos que também denunciam os actos ilícitos. A austeridade é o meio de crime. A Grécia é o alvo mais visível. Só um (...)

dos donos do mundo (5) - velocidade incontrolável

26.03.13
          São cada vez mais os que defendem que a velocidade, e o poder, da tecnologia associada às transacções financeiras tornam impossível a monitorização. Há ganhos e perdas que têm origem em algoritmos que ninguém controla. É um ambiente propício ao crime sofisticado e de colarinho branco. A letra da lei torna-se um adorno obsoleto.       Pode saber tudo nesta excelente reportagem. (...)

dos donos do mundo (5) - a política capturada

25.03.13
          Há muitos que intuíram que o poder político foi capturado pelos financeiros que dominam o mundo. Os vários arcos do poder são constituídos por seres "comandados" pelos bancos mundiais mais poderosos. Os "soldados" do Goldman Sachs estão instalados nas principais instituições europeias.           Pode saber tudo nesta excelente reportagem.       (...)