Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

espera-se o assumir de culpas e, já agora, a tal de prestação de contas

02.01.14
        Ouvimos, desde a viragem do milénio, o discurso anti-escola pública e anti-professor:   a escola pública entrou em ruptura; os alunos aprendem pouco; as escolas públicas são más ou pioram a cada ano; estamos a ficar para trás nos testes internacionais; as escolas públicas não contribuem para o crescimento económico e começam a colocar em causa a nação; as escolas públicas já não vão lá com meias-medidas; as escolas públicas devem ser fechadas em larga escola (...)

atributos essenciais da terceiro-mundialização

09.08.13
                Como é que se deve interpretar a absolutização da busca do lugar cimeiro, e a qualquer preço, nos rankings escolares num país com 27% de abandono escolar precoce, com 3 milhões de pessoas que não concluíram os 9 anos de escolaridade e em que 1 milhão e meio das pessoas que ultrapassaram essa barreira não obtiveram o diploma de conclusão do (...)

estranho, no mínimo

22.07.12
        Já ninguém refuta: o actual Governo corta, precariza, descredibiliza e privatiza tudo o que é público e deixa intocáveis as PPP´s, os BPN´s e as "privatizações" de lucros.   No sistema escolar passa-se o mesmo. Este aumento do financiamento das cooperativas de ensino foi incompreensível e Nuno Crato assinou sem ler ou então já nem sei o que diga.   Há escolas públicas que têm dezenas de professores com horários zero e que vêem o encaminhamento dos (...)

consequências essenciais

15.06.12
      Penso que o actual ministro da Educação ainda insiste na ideia das disciplinas essenciais. Talvez o choque com a realidade, e com os números, tenha beliscado o achamento. Não esperava ouvir um discurso desse teor de forma tão ideológica, até porque a invenção da roda está distante e é seguro que sem a forma circular os solavancos aumentarão o atrito e a ineficácia.   A concentração nas essenciais determina mais horas curriculares e exames, para além de mais (...)

vários pesos

10.01.12
      O DN de 9 de Janeiro de 2012 fez a notícia que acabou de ler. É grave que a democracia não consiga eliminar a privatização de lucros nos ensinos básico e secundário. É um país em roda livre com instituições que parecem indiferentes à crise e a viver em clima de impunidade.