Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

da crise da escola - o caminho faz-se caminhando

04.04.10
    "Deliberadamente vamos utilizar terminologia clássica, aclarando, desde logo, que "não se trata de advogar ou propôr o regresso a uma passado mítico, e muito menos a defender programas mínimos como ler, escrever e contar ou as tendência de "back to basics". Trata-se, pelo contrário, de abrir novas perspectivas que ponham a aprendizagem, no seu sentido mais amplo, no centro das nossas preocupações" (Novoa, 2009, 194). Somamo-nos à exigência de (...)

que raio de coisa é esta?

18.03.10
    Um leitor identificado enviou-me um vídeo que está patente no youtube e que pode ver de seguida. Vi a coisa e nem liguei muito tal a incredulidade que se apoderou do lado crédulo do meu ser; mas não.   Pedi a quem mo enviou que indagasse detalhes sobre a coisa. Fiquei a saber que uma universidade portuguesa de ensino à distância recomenda o dito objecto de "animação crítico-reflexiva" (sic) como suporte para um trabalho para a classificação dos alunos no (...)

e o que é que se ensina?

08.02.10
  Foi daqui       Um dos exemplos de que nos podemos socorrer para caracterizar o período critico e sobreaquecido que vai abanando os alicerces das instituições (e a escola é um exemplo flagrante) na época em que vivemos, prende-se com o conteúdo histórico que deve ser ensinado, colocando em contraposição a cultura de origem dos (...)

os patos preferem a escola

01.02.10
    Foi daqui   "O TEMPO em que os animais falavam, os bichos constataram que o meio em que viviam começava a tornar-se cada vez mais complexo e havia que impor novas hierarquias, estabelecer novos parâmetros de comportamento, uma vez que já não chegavam os seus instintos inatos para enfrentar as modificações do meio.Esta necessidade deu lugar à ideia de ESCOLA: uma (...)

a escola como bem público

29.01.10
  Foi daqui     Um dos muitos debates a que se assiste é sobre o que se faz na escola ou no que lá se deixa de fazer.   O mais comum é considerar-se a escola como um espaço de encontro e de aprendizagem, e, para evitar redundâncias, reduzir a classificação apenas ao lugar de aprendizagens para uma formação integral (mais uma formulação imperceptível (...)

da defesa da escola

22.01.10
    Foi daqui      Por muito que custe aos defensores das desastrosas políticas Educativas do anterior governo, o cerne da defesa do poder da escola democrática vai ganhando terreno e torna-se uma evidência. Foi por assentar num conjunto de ideias sólidas e estruturadas, que os professores resistiram contra tudo e contra todos e vão registando vitórias consecutivas - embora (...)