Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Da dependência externa

03.06.16
      Não me surpreendo quando se aponta o outsourcing (que é predominante nas tecnologias da informação) como a decisão que mais desvantagens associou ao mundo organizacional. A opção pela fonte exterior foi uma auto-certificação de incapacidade. Ter a liberdade de agir sobre os sistemas de informação é um valor precioso. Se antes da sociedade da informação e do conhecimento o poder nas instituições estava na mão de quem decidia sobre o financeiro, com esse (...)

do desinvestimento nos serviços públicos

29.05.16
      Há umas duas décadas alastrou-se aos serviços públicos a primazia da ideia de negócio. A gestão foi o primeiro objectivo. A alegação repetida com critério: eliminação do corporativismo e do despesismo.   A agenda mediática introduziu impedimentos para o exercício dos cargos: médicos a gerir hospitais, juízes a gerir tribunais, professores a gerir escolas, bancários a gerir bancos, engenheiros a gerir a EDP, a PT ou obras públicas e por aí fora. Quem (...)

Da compensação à municipalização escolar

17.05.16
      Compreende-se a necessidade de alterar o modelo de gestão para compensar o aprofundamento da municipalização escolar e contrariar as componentes mais críticas dos mega-agrupamentos: gestão de proximidade e autonomia das escolas.   O Governo pretende aprofundar a municipalização escolar, descentralizando competências nos domínios da gestão do território, das instalações escolares, e dos demais recursos, e na gestão dos profissionais. Se é aceitável uma agência (...)

dos paradigmas e das tragédias

21.03.16
        Tinha razão, e se me permitem, Edgar Morin com o seu paradigma perdido; e ainda bem no caso que se segue se o tal de paradigma não encontrou o norte.   A aceitação do paradigma era fundamental para a mudança que seria o novo paradigma (ufa!!!!): as NPM (New Public Management). Para quem tenha curiosidade:    

vindo do exterior

30.12.15
        Não me surpreendo quando se aponta o outsourcing (que é predominante nas tecnologias da informação) como a decisão que mais desvantagens associou ao mundo organizacional na modernidade e que contribuiu para a queda da industria florescente nesse período recente da história: a financeira.   A opção pela fonte exterior foi, desde logo, uma auto-certificação de incapacidade.   Ter a liberdade de agir sobre os sistemas de informação é um (...)

os verbos da descida

01.09.15
      Há inúmeros motivos para a descida organizacional do sistema escolar que não correspondem directamente à análise dos resultados dos alunos: são de gestão pura e dura. Estou a pensar, por exemplo, nos três verbos que orientaram a atmosfera organizacional e que a empurraram para a eficiência não produtiva e para o inferno da hiperburocratização: articular, agrupar e cooperar. Estes modismos na linguagem do sistema escolar determinaram o "estar muito tempo juntos" mesmo (...)