Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

fechaduras

13.08.15
                           1ª  edição em 19 de Abril de 2009.       No dia da inauguração da Escola Básica Integrada de Santo Onofre, a 10 de Setembro de 1993, ocorreu uma pacífica invasão da comunidade tal era a curiosidade em conhecer uma escola que nasceu numa zona que há muito ansiava por uma estabelecimento de ensino com aquelas características. Um detalhe interessante desse dia marcado por uma natural euforia, constou do seguinte: cada fechadura, da grande (...)

uma vergonha (não me sai outro título)

27.04.15
      Em 4 de Novembro de 2013 escrevia assim (o título do post é desse dia):   A excelente reportagem, "Verdade inconveniente", conduzida pela jornalista Ana Leal da TVI é uma valente defesa de um valor primeiro das democracias: a escola pública.   Sabemos há muito a vergonha que se estabeleceu com os negócios da Educação, mas visto assim, de enfiada e em cerca de meia-hora, deixa-nos com uma mistura de tristeza e de raiva.   Será possível que, depois de mais (...)

o público errou

02.09.14
      Este post é de 24 de Setembro de 2012. É impressionante como se esfumou o argumento que o MEC usava para disfarçar os cortes a eito no sistema escolar.       O que sobra é uma falta de respeito pela escola pública, pelos seus profissionais, alunos e encarregados de educação, que me leva a repetir a interrogação: "mas estas pessoas nunca mais são elevadas para uma qualquer fundação?"         (...)

da blogosfera - a educação do meu umbigo

06.07.14
          Em Matosinhos, há (pelo menos) 135 professores para despachar       Depois da confessada, por António Costa, injusta "guerra aos professores" da autoria de Lurdes Rodrigues, dos cortes a eito para além da troika que tiveram os professores como alvo principal na administração central da autoria de Crato, só faltava que a escola pública e os seus professores tivessem que sofrer uma municipalização "

ganhos de eficiência?

14.04.14
        Com os cortes a eito registados no sistema escolar é natural que as consequências negativas se evidenciem. É no mínimo sei lá o quê que David Justino veja ganhos de eficiência no que se está a passar, o que pode dar razão aos que defendem que há muito de ideológico nos cortes e que o peso político dos actores mainstream da Educação é nulo ou de soma negativa.   Santana Castilho é obvio e taxativo: "com a atual sangria de meios e recursos, tudo andará para trás".  

a luta difícil e o "estranho" desprezo pelo sistema escolar

12.04.14
        O desprezo dos portugueses pelos sistema escolar evidenciou-se na última década. Dos ingratos ao lúmpen e passando por muitos professores que acharam que os outros careciam de profissionalidade (recordo particularmente o clubismo de socialistas e sociais-democratas) foram poucas as vozes que defenderam a escolaridade do não superior. Até os políticos da esquerda usaram o "apesar" quando defenderam a sobrevivência das escolas públicas.   O Governo prepara-se para (...)